Créditos: Divulgação/Atari
- Publicidade -

Vendas de NFTs caíram 92% desde setembro de 2021

Números mostram que a empolgação com os tokens passa por um momento de baixa
Por Felipe Gugelmin 04/05/2022 11:00 | atualizado 04/05/2022 11:01 Comentários Reportar erro

Considerados por empresas como a Ubisoft e a Square Enix como parte essencial de seus planos futuros, os NFTs estão passando por um período marcado por uma queda de interesse. Segundo dados divulgados pelo Wall Street Journal, o mercado de tokens teve uma queda de 92% em seu número de transações desde seu pico, registrado em setembro de 2021.

Enquanto no final do ano passado houve uma média de 225 mil transações diárias, agora esse número está na faixa das 19 mil transações. Isso também teve um reflexo no número de carteiras ativas: de 119 mil em novembro, agora elas passaram a ser somente 14 mil — uma queda de 88%.

Para completar, dados do Google Trends mostram que o número de pesquisas relacionadas ao tema também diminuiu consideravelmente. Desde janeiro deste ano, quando elas atingiram seu auge, já houve uma queda da aproximadamente 80% na quantidade de pessoas que usaram o buscador para obter informações sobre NFTs.

Projetos sem valor contribuíram para o declínio

Segundo o analista de mercado Daniel Ahmad, a queda de interesse pelos tokens não fungíveis pode ser explicada pela natureza dos projetos baseados na tecnologia. No Twitter, ele afirmou que o desinteresse surge “provavelmente porque as pessoas perceberam que a maioria dos projetos de NFT são JPEGs sem valor tangível, nos quais não vale a pena investir”.

- Continua após a publicidade -

Ahmad também cita que as diversas barreiras e problemas relacionados à adoção dos tokens também faz com que o interesse sobre eles tenha diminuído. Para o analista, o uso de NFTs como itens digitais que podem ser trocados entre games até faz sentido, embora soluções do tipo já existam há pelo menos duas décadas e nunca tenham dependido da tecnologia para funcionar.

Entusiastas do mercado de tokens estão contestando os dados do Wall Street Journal, afirmando que indicadores mostram uma forte tendência de crescimento em diversas áreas. Segundo a Nansen, enquanto os mercados de arte e games estão apresentando tendências de queda, setores como as Blue Chips e redes sociais continuam em crescimento e não há sinais de que eles possam desacelerar em breve.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: VGC Fonte: Wall Street Journal
Tags
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.