Créditos: Divulgação/Xiaomi

Tencent pretende comprar divisão de smartphones gamers Black Shark da Xiaomi por US$ 470 milhões

A linha deve reforçar a presença mobile da empresa e ajudar em seus esforços para construir o Metaverso
Por Felipe Gugelmin 11/01/2022 09:29 | atualizado 11/01/2022 09:29 Comentários Reportar erro

Uma das maiores produtoras de games do mundo, a Tencent está planejando expandir sua participação no mundo dos hardwares através da aquisição da linha Black Shark, da Xiaomi. Segundo o insider Abhishek Yadav, o negócio deve envolver pelo menos 3 bilhões de yuans chineses, valor equivalente a US$ 470 milhões.

Até o momento há poucos detalhes sobre o processo de aquisição, que não foi confirmado oficialmente por nenhuma das empresas envolvidas. Enquanto a Tencent já estabeleceu parcerias com fabricantes como a Asus (e sua linha ROG Phone) e Nubia (com os modelos Red Magic) na promoção de seus títulos, essa seria a primeira vez que ele trabalharia diretamente como fabricante de hardwares mobile.

A linha de smartphones Black Shark fez sua estreia em 2018 através de um aparelho que combinava hardware topo de linha e um preço de entrada inferior ao que era praticado pela concorrência. O modelo mais poderoso atualmente é o Black Shark 4S Pro, aparelho que tem dominado o topo dos rankings do software de benchmarks AnTuTu nos últimos meses.

Tencent está em processo de expansão

Bastante popular no mercado chinês, a Tencent está em um processo de expansão contínuo nos últimos anos que envolve a aquisição de diversos estúdios focados no público ocidental. Em dezembro de 2021 ela anunciou a aquisição da Turtle Rock Studios, responsável pelo lançamento recente de Back 4 Blood e que, no passado, ajudou a criar o sucesso Left 4 Dead e sua sequência.

- Continua após a publicidade -

A empresa também possui participação em companhias como a Epic Games e a Riot, e investe pesado no mercado mobile com títulos como Street Fighter: Duel, Arena of Valor e PUBG MOBILE. Os lucros trazidos pelo segmento justificariam um investimento em hardwares próprios, que poderiam ser usados para garantir o bom desempenho de seus títulos e promovê-los para um público mais amplo.

A aquisição da divisão Black Shark da Xiaomi também permitiria à Tencent redirecioná-la para a produção de headsets de Realidade Virtual (VR), que devem se mostrar essenciais em iniciativas relacionadas ao Metaverso. Vale notar que, até o momento, a aquisição ainda está rodeada de mistérios e indefinições, e é preciso esperar um posicionamento oficial das companhias envolvidas para descobrir qual rumo a negociação vai tomar.
 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Fonte: Bloomberg, GSMArena
  • Redator: Felipe Gugelmin

    Felipe Gugelmin

    Jornalista com 10 anos de experiência nas áreas de tecnologia e games, gosta de estar por dentro das últimas tendências e novidades. Dedica boa parte do tempo livre a jogar (representante da PC Master Race), mas também arranja um tempo para a vida social, leituras e dar passeiros com seu cachorro.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.