Créditos: Divulgação/Nvidia

Nvidia pode estar preparando GPU monstruosa para mineração [RUMOR]

Baseada no modelo empresarial A100, a 220HX poderia atingir hashrate de 210 MH/s
Por Odir Brüggmann Filho 22/03/2021 18:22 | atualizado 22/03/2021 18:22 Comentários Reportar erro

A Nvidia pode estar adaptando a sua GPU A100 para mineração de criptomoedas. O novo modelo se chamaria 220HX e poderia alcançar a taxa impressionante de 210 megahash por segundo.

A informação parte do usuário de Twitter @kopite7kimi, fonte conhecida do setor.

Essa GPU se tornaria a adição mais recente à linha CMP HX (Cryptocurrency Mining Processor), que já começou a aparecer para venda. A série de hardwares é divulgada como uma forma de evitar a compra de GPUs gamers para uso em mineração de criptos.

O Nvidia A100 Tensor Core GPU foi projetado originalmente para uso empresarial. Com largura de banda de até 2 terabytes por segundo, ele é usado em desenvolvimento de IA, análise de dados e processamento de alta performance.

A arquitetura utilizada é a Nvidia Ampere, e os modelos comercializados são os de 40 GB e 80 GB.

- Continua após a publicidade -

(Nvidia A100 GPU versão PCIe - Créditos: Divulgação/Nvidia)

Essas especificações podem ser a explicação para um hashrate tão impressionante da 220HX.

Seus 210 MH/s não só tornariam a GPU a mais poderosa do mercado para mineração como abriria uma larga margem sobre a segunda colocada.

Para se ter uma ideia, a nossa equipe obteve pouco mais de 110 MH/s com a poderosa GeForce RTX 3090, caindo para cerca de 90 MH/s com uma RTX 3080. A AMD Radeon VII ficou em torno de 80 MH/s.

- Continua após a publicidade -

Tal capacidade de mineração certamente viria por um preço proporcional. O usuário @I_Leak_VN, também dono de uma reputação para vazamentos, acredita que a placa será comercializada por cerca de US$ 3.000.

A notícia chega durante a longa escassez de placas de vídeo gamers causada pela mineração de Ethereum.

Após prometer um limitador de mineração para sua RTX 3060, a Nvidia disse ter removido acidentalmente a trava em um drive direcionado a desenvolvedores.

A mineração, entretanto, tem se mostrado positiva para a empresa. Com receita recorde no ano de 2020, a área de produtos gamers da Nvidia cresceu 67% em um ano.

Fonte: Tom's Hardware
  • Redator: Odir Brüggmann Filho

    Odir Brüggmann Filho

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.