Créditos: Epic Games Store

Epic Games vai continuar investindo em jogos exclusivos no PC

Empresa disse que vai intensificar o número de contratos de exclusividade nos próximos dois anos

A Epic Games já protagonizou diversas polêmicas por fazer contratos de exclusividade temporária com desenvolvedoras de jogos, mas não deve parar com a prática em 2021. Recentemente, a companhia afirmou que ainda vai utilizar a estratégia para ganhar espaço no mercado.

Em um comunicado enviado ao PC Gamer, a empresa ressaltou que não apenas vai continuar investindo em exclusivos, mas também vai intensificar as negociações com estúdios. "Nós temos mais exclusivos vindo nos próximos dois anos que todos os já publicados até agora, explicou a Epic Games.


(Imagem: Epic Games/Divulgação)

Segundo números divulgados pelo site, a Epic Games Store conseguiu fechar mais de 100 contratos de exclusividade temporária durante os últimos dois anos. O lançamento de grande porte mais recente que saiu somente na loja da empresa para PC é Hitman 3, que deve chegar só ano que vem na Steam.

Futuros exclusivos

Atualmente, cerca de 20 jogos já foram anunciados com lançamento no PC exclusivo na Epic Games Store, de acordo com o PC Gamer. Considerando a declaração da loja, podemos esperar mais jogos de grande porte disponíveis por tempo limitado somente na plataforma. 

- Continua após a publicidade -

Alguns dos títulos futuros confirmados com lançamento exclusivo na Epic Games Store incluem Chivalry 2, Kena: Brigde of Spirits, Darkest Dungeon 2, Oddworld Soulstorm e The Wolf Among Us 2. A plataforma também possui uma parceria com a Ubisoft venderá diversos jogos da empresa sem a concorrência da Steam, incluindo Far Cry 6, The Settlers, Riders Republic e o remake de Prince of Persia: The Sands of Time

Apesar de polêmicos, os contratos de exclusividade ajudam a Epic Games a chamar a atenção de novos usuários. Outra forma utilizada pela companhia para ganhar público é a distribuição de jogos grátis semanalmente.

Atualmente, a Epic Games Store já possui 160 milhões de usuários e fechou o ano de 2020 com uma receita de US$ 700 milhões. É importante ressaltar, porém, que boa parte da grana vem de games próprios da empresa, como Fortnite ou Rocket League. Ou seja, apesar de serem parte essencial da estratégia da plataforma, nem sempre os contratos de exclusividade temporária garantem lucros para a Epic.

Assuntos
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.