Créditos: Nvidia

Nvidia pode lançar processadores ARM e competir com Intel e AMD, diz CEO

Empresa não descarta a possibilidade de investir em uma linha própria de chips para servidores

A Nvidia confirmou a compra da ARM recentemente por US$ 40 bilhões e prometeu que a empresa britânica continuará atuando de maneira neutra no mercado, distribuindo sua tecnologia para diversas fabricantes. Porém, a Nvidia também deve aproveitar o portfólio da companhia para desenvolver produtos próprios: de acordo com Jensen Huang, CEO da gigante das placas de vídeo, a firma não descarta a ideia de criar uma linha própria de processadores.

Em uma conferência feita com investidores ontem, o executivo da jaqueta de couro disse que "consegue ver" o lançamento de CPUs com a marca Nvidia para servidores. A entrada da firma no mercado de processadores para Data Centers e IA pode aquecer a competição da firma contra Intel e AMD.

De acordo com Huang, o objetivo da Nvidia é tornar a oferta de produtos mais diversificada. Além de oferecer a arquitetura ARM, como já acontece atualmente, a fabricante também pode fazer chips customizados e CPUs de referência para empresas parceiras. "Qualquer uma dessas opções está disponível, estamos abertos para negócios e gostaríamos que o ecossistema fosse o mais rico possível, com o máximo de opções possível", disse o comandante da empresa.

O Tom's Hardware também especula que a empresa pode realizar otimizações específicas para as CPUs baseadas em ARM funcionarem melhor com placas de vídeo Nvidia. Assim, a companhia conseguiria "solidificar" seus hardwares no mercado de inteligência artificial e data centers.

- Continua após a publicidade -

Segundo ressalta o Tom's Hardware, a fusão da Nvidia e a ARM pode trazer grandes mudanças para o setor de processadores para servidores. O segmento é dominado pela Intel e a AMD está ganhando espaço com a linha Epyc, além de contar com GPUs voltadas para o setor. 

Caso a empreitada renda frutos, é possível que a Nvidia também aposte em soluções para o consumidor final futuramente. A arquitetura ARM já é utilizada por empresas como Apple no desenvolvimento de processadores para PCs domésticos, e os resultados que apareceram até agora são impressionantes.

Porém, como explicamos nesse vídeo, possivelmente só veremos os resultados da junção entre Nvidia e ARM nos próximos anos. A compra bilionária ainda precisa ser aprovada em diversos países antes de as companhias serem liberadas para desenvolver e lançar produtos no mercado.

Enquanto a investida da Nvidia no mercado de CPUs não anda, a empresa lançará em breve as GPUs RTX 30. Confira aqui o nosso unboxing com a RTX 3080, uma das novidades da companhia.

- Continua após a publicidade -

Via: Toms Hardware
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de setembro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.