Créditos: AndroidPIT

Unity passa a suportar API Vulkan no Oculus Quest

Versão 2019.3 da engine traz suporte à API com acesso de baixo nível para o headset
Por João Gabriel Nogueira 03/02/2020 11:55 | atualizado 03/02/2020 11:55 Comentários Reportar erro

A Unity anunciou na última semana que a Vulkan enfim vai passar a ser suportada pelo Oculus Quest, possibilitando usar a API de acesso de "baixo nível" na renderização de jogos e experiências VR no novo headset do Facebook.

Vale relembrar que o Facebook comprou toda a Oculus, levando o Rift e criando todo um setor de desenvolvimento de realidade virtual na rede social. A gigantesca plataforma espera que a Unity 2019.3 permita extrair mais da performance do hardware limitado do Oculus Quest usando a API Vulkan

A Vulkan é uma "sucessora" do famoso e consagrado OpenGL. O "acesso de nível baixo" da API significa que ela é capaz de oferecer aos desenvolvedores um acesso mais direto ao hardware, com menos overhead do driver. Esse tipo de tecnologia se beneficia bastante de mais núcleos da GPU ou CPU. O Oculus Quest conta com quatro cores de CPU, sendo três deles destinados a jogos.

O Facebook espera grandes ganhos de performance no Oculus Quest, além de declarar que a Vulkan vai permitir também renderização HDR em jogos mobile, o que poderá ser usado em headsets futuros. A plataforma, no entanto, não divulgou ainda números concretos da diferença dessa performance que podemos esperar. Como referência, o pessoal do UploadVR relembra uma declaração dos desenvolvedores da Unity que prometeram aumentos de até 35% na perfomance de jogos Android normal com a implementação da Unity, mas é complicado fazer esse tipo de comparação direta quando falamos de apps VR rodando no Oculus Quest.

De qualquer forma, vale lembrar que a API Vulkan não faz milagre nem em computadores desktop, e claro que não devemos esperar isso no Oculus Quest. Este é apenas mais um passo no rumo à otimização dos jogos para conseguir tornar a plataforma mais acessível e mainstream. Jogar em realidade virtual pode estar demorando pra se popularizar, mas as empresas pretendem investir nisso até conseguir

 

Fonte: UploadVR
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.