- Publicidade -

Diretor de The Callisto Protocol disse que o jogo não se passa mais no universo de PUBG

O novo título tomou outras proporções no percurso de criação
Créditos: Game Informer

Quando Glen Schofield anunciou The Callisto Protocol em 2020, ele havia dito que o jogo se passaria no universo de PUBG. Porém o projeto tomou outras proporções ao longo do tempo e agora o diretor do jogo diz que o novo título tem "sua própria história e seu próprio mundo", se desvinculando totalmente de PUBG.

Schofield disse em um tuite: "para a sua informação, The Callisto Protocol é sua própria história e seu próprio mundo. Não se passa mais no mundo de PUBG. Era, originalmente, parte da linha do tempo de PUBG, mas cresceu em seu próprio mundo. PUBG é incrível, e nós ainda teremos algumas surpresinhas para os fãs, mas TCP é seu próprio mundo, história e universo".

A verdade é que, se pararmos para analisar os dois jogos, eles de fato não têm nada a ver um com outro. Fica até difícil achar um acontecimento aterrorizante dentro do mundo de PUBG. A não ser que o diretor achava que ia dar certo dar "frigideirada" em monstros ou atropelá-los de carro.

- Continua após a publicidade -

Na ocasião em que The Callisto Protocol foi anunciado e divulgado como parte do universo de PlayerUnknown's Battlegrounds, Schofield disse:

"O engraçado é que eu vim com essa história quando fui me encontrar com o pessoal do PUBG pela primeira vez, comecei a falar sobre o The Callisto Protocol e construir um estúdio [...] eu apresentei este jogo para eles, então o que fizemos foi encaixá-lo no enredo do PUBG."

"O engraçado é que eu vim com essa história quando fui me encontrar com o pessoal do PUBG pela primeira vez, comecei a falar sobre o The Callisto Protocol e construir um estúdio [...] eu apresentei este jogo para eles, então o que fizemos foi encaixá-lo no enredo do PUBG."

Na época, ele disse que queria fazer um dos jogos mais assustadores da nova geração e disse que queria que The Callisto Protocol tivesse a mesma importância que Dead Space teve em sua época.

"Eu quero que o The Callisto Protocol seja o jogo mais assustador das plataformas da próxima geração [...] é difícil ser criativo e falar bem sobre isso, mas pelo o que eu ouvi, Dead Space foi um dos jogos mais assustadores da sua geração, e quero fazer o mesmo na próxima geração, ou o que é considerado agora como a atual geração [...] estamos tentando fazer você realmente se sentir como se estivesse neste mundo. Mesmo que seja você escapando desta prisão e você tenha que sobreviver a esses horrores impensáveis."

"Eu quero que o The Callisto Protocol seja o jogo mais assustador das plataformas da próxima geração [...] é difícil ser criativo e falar bem sobre isso, mas pelo o que eu ouvi, Dead Space foi um dos jogos mais assustadores da sua geração, e quero fazer o mesmo na próxima geração, ou o que é considerado agora como a atual geração [...] estamos tentando fazer você realmente se sentir como se estivesse neste mundo. Mesmo que seja você escapando desta prisão e você tenha que sobreviver a esses horrores impensáveis."

- Continua após a publicidade -

A Striking Distance, desenvolvedora de The Callisto Protocol, está trabalhando para lançar o jogo ainda neste ano.

The Callisto Protocol: game de terror recebe nova imagem e garante lançamento em 2022

The Callisto Protocol: game de terror recebe nova imagem e garante lançamento em 2022
A Krafton promete que o game vai chegar às lojas com a qualidade digna de um jogo AAAA

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: PC Gamer
Assuntos
Tags
  • Redator: Raphael Giannotti

    Raphael Giannotti

    Entusiasta de JRPG, viveu a era de ouro do gênero nos anos 90. Fã incondicional de Zelda e Final Fantasy, hoje garimpa as bibliotecas de PC em busca de jogos épicos como esses. Enquanto não acha, zera tudo (ou quase) o que vê pela frente. Hobby atual: jogar o máximo de souls-like e metroidvania. Jornalista formado pela UFMA, gamer desde 1991.

- Publicidade -

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.