Créditos: Bend Studio

Ex-diretor de Days Gone diz que continuação seria a "versão definitiva"

Para Jeff Ross, primeiro jogo é "plataforma" para os títulos seguintes

Jeff Ross, que deixou o Bend Studio em 2020, já expressou seu descontentamento sobre a Sony considerar Days Gone uma decepção, quando na verdade vendeu mais do que Ghost of Tsushima. Agora, em entrevista ao USA Today, Ross conta que seus planos para a sequência de Days Gone seria de trazer uma "versão definitiva" do conceito do jogo.

O ex-diretor de Days Gone diz que a continuação contaria ainda a história de Deacon e Sarah. Ross diz que o casal estaria junto novamente, mas não felizes. "É, eles estão juntos novamente, mas talvez eles não estejam felizes", conta Jeff Ross. "Bem, o que podemos fazer sobre isso? Okay, nós estávamos casados antes do apocalipse, mas e sobre o futuro?".

Ross conta que manteria a "narrativa forte e pesada", além da moto, ferramenta indispensável na aventura apocalíptica de Deacon. "Nós manteríamos a moto, obviamente. E eu acho que nós teríamos expandido o tom um pouquinho em uma direção mais técnica, meio que, certo, agora a gente tem toda essa Nero tech - o que podemos fazer com isso?". Em Days Gone 2, outra adição seria a possibilidade de nadar, algo que não é possível no jogo lançado.

"Nós temos que conseguir engatinhar antes de andar, e andar antes de correr", disse Jeff Ross em relação ao início de franquias. Para ele, na maioria das vezes, um primeiro jogo serve para estabelecer a base que os jogos seguintes usarão e melhorarão. "Eu olho para trilogias. Batman Arkham, o primeiro Uncharted, são básicos. Eles são as plataformas que servem para construir os títulos seguintes", ele opina.

- Continua após a publicidade -

Ele traz como exemplo Uncharted, onde não era possível mergulhar nos primeiros jogos, mecânica que veio depois. O mesmo com Horizon Zero Dawn. "Eles não começaram com mergulho [...] Isso se aplica em todos os jogos. Horizon Forbidden West vai permitir nadar debaixo d'água. Vai ter todas as coisas que eles provavelmente queriam fazer no primeiro jogo, mas ficaram sem tempo", comenta Ross.

O ex-diretor de Days Gone disse no Twitter que a gerencia dos estúdios PlayStation "faz sentir como se (Days Gone) tivesse sido uma grande decepção", mesmo vendendo mais 9 milhões de cópias. Ele diz ainda que desde que o jogo saiu para a Steam, vendeu mais de um milhão. A verdade é que não sabemos se uma sequência chegará a ver a luz do dia.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Via: VGC Fonte: USA Today
  • Redator: Raphael Giannotti

    Raphael Giannotti

    Entusiasta de JRPG, viveu a era de ouro do gênero nos anos 90. Fã incondicional de Zelda e Final Fantasy, hoje garimpa as bibliotecas de PC em busca de jogos épicos como esses. Enquanto não acha, zera tudo (ou quase) o que vê pela frente. Hobby atual: jogar o máximo de souls-like e metroidvania. Jornalista formado pela UFMA, gamer desde 1991.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.