Créditos: PCWorld

Atraso no processo de 7nm pela Intel faz AMD superar sua rival no valor de ações

É a primeira vez desde 2006 que a AMD fica na frente da Intel no preço de cada ação

O valor de cada ação da AMD passou na frente da Intel na bolsa pela primeira vez desde 2006. O sobe e desce do preço de ações pode ser influenciado por uma infinidade de fatores, mas para este importante marco, analistas têm atribuído o atraso na litografia de 7nm pela Intel como o principal culpado pela vantagem da AMD.

A Intel divulgou nessa semana um novo relatório fiscal onde ficou claro que seus primeiros processadores fabricados no processo de 7nm só começarão a chegar em 2022, um adiamento de mais ou menos sei meses. Enquanto isso, os produtos Ryzen parecem estar vindo no tempo esperado pela sua fabricante, sem tropeços, com a litografia de 7nm pronta pra fazer sua estreia na próxima geração da linha, a série Ryzen 4000.

Pouco depois do anúncio da Intel, o valor das ações da AMD alcançou os US$ 68,67, um número expressivamente maior que os US$ 50,79 das ações da sua rival no mesmo dia. É a primeira vez em 14 anos que isso acontece. 

Vale dizer, no entanto, que isso não significa que a AMD estava valendo mais que a Intel. É o valor de cada ação que foi superado, mas o total das ações é imensamente maior para a Intel ainda. Então, antes de correr para dizer que os dias da Intel estão contados ou algo do tipo, lembre-se que em seu valor total de ações a empresa chega nos US$ 215 bilhões, enquanto a AMD está muito atrás, parando nos US$ 70 bilhões.

- Continua após a publicidade -

Claro que um adiamento ainda é melhor que lançar um produto com defeito, mas não deixa de "queimar" um pouco a empresa quando isso acontece. Independentemente da performance final dos produtos atualmente disponíveis, a Intel passa a impressão de ter dificuldade para fabricar nos 7nm, enquanto a AMD está pronta para lançar seus produtos. E a imagem atual de cada empresa é algo que pesa muito quando estamos falando da bolsa de valores.

Fonte: TechPowerUp
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.