Streamers do Mixer como Ninja e Shroud terão seus contratos encerrados

Plataforma vai sair do ar em julho e streamers poderão escolher onde vão fazer suas transmissões
Por Mariela Cancelier 23/06/2020 10:53 | atualizado 23/06/2020 10:53 Comentários Reportar erro

A Microsoft anunciou que estará encerrando as atividades de sua plataforma de streaming Mixer e migrando muitos de seus parceiros para o Facebook Gaming como parte de uma nova parceria estratégica, como reportado nesta notícia. De acordo com a empresa, o Mixer já está em processo de encerramento e transição e deve ser cancelado no dia 22 de julho.

Apesar de a Microsoft não fazer comentários específicos sobre a situação, muitos fatores indicam que a contagem de viewers do Mixer não estava dando os resultados esperados pela companhia, que chegou a pagar US$ 50 milhões pela exclusividade de Ninja, o streamer mais famoso do mundo.

A empresa explicou que os streamers do Mixer serão liberados de seus contratos e cabe a eles decidirem para qual plataforma migrar. Isso significa que grandes nomes do mundo do streaming como Tyler "Ninja" Blevins, Cory "King Gothalion" Michael e Michael "Shroud" Grzesiek poderão escolher para qual empresa trabalhar e não precisa ser necessariamente para o Facebook Gaming.

Link oficial Facebook Gaming / Mixer

- Continua após a publicidade -

A decisão da Microsoft de encerrar o Mixer aconteceu porque eles não conseguiam "gastar tempo suficiente para crescer sua comunidade enquanto a mantinha alinhada com sua visão atual para jogos". A escolha pelo Facebook Gaming como parceiro foi baseada em trazer o maior número de pessoas possível para o ecossistema do Xbox - e a comunidade do Facebook foi a decisão final.

Quando o Mixer foi criado, a Microsoft apostou em trazer grandes nomes para sua plataforma com o objetivo de ganhar um número massivo de viewers assíduos. Mesmo com Ninja e Shroud em seu time de streamers exclusivos, os números não foram animadores para a empresa. Por exemplo, apesar do Ninja ter saído da Twitch para se concretizado no Mixer como o maior streamer da plataforma (sendo ele o maior streamer global), seu número de espectadores caiu em 10 milhões.

Vivek Sharma, diretor do Facebook Gaming, comentou sobre a nova parceria com a Microsoft e disse que a decisão de ir ou não para a plataforma de transmissão de games do Facebook é de responsabilidade dos streamers“Cabe a eles e suas prioridades”, explicou, o que significa que o Facebook não está buscando forçar acordos exclusivos com nenhum dos maiores nomes do Mixer. 

Microsoft encerra plataforma Mixer após acordo milionário com Ninja
Microsoft encerra plataforma Mixer após acordo milionário com Ninja

É interessante mencionar a notabilidade crescente adquirida pelo Facebook Gaming nos últimos anos. No lançamento do Facebook Gaming no Brasil, muitos streamers de games optaram por largar a Twitch TV e Nimo TV por essa nova plataforma criada pela rede social. Entretanto, o Facebook Gaming não exige exclusividade com novos streamers, o que facilita a vida de quem trabalha com isso e divulga suas streams em plataformas diferentes. Um exemplo bem conhecido é Jeremy “DisguisedToast” Wang, que faz transmissões tanto no Facebook Gaming quanto na Twitch.

Via: The Verge, Mundo Conectado Fonte: Facebook
Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.