Créditos: Sony

PlayStation 5 suportará SSDs NVMe de terceiros e não cartões de memória proprietários

Será possível usar SSDs NVMe com interface PCI Express 4.0 para expandir a capacidade de armazenamento do console
Por Fabio Rosolen 19/03/2020 09:25 | atualizado 19/03/2020 09:25 Comentários Reportar erro

Ao contrário do Xbox Series X, que usará cartões de memória proprietários desenvolvidos em parceria com a Seagate para expandir sua capacidade de armazenamento, o PlayStation 5 permitirá que os usuários usem SSDs NVMe com interface PCI Express 4.0 para isso.

Quando a Sony lançou o portátil PlayStation Vita, muitos usuários criticaram a necessidade do uso de cartões de memória proprietários – e mais caros – no lugar dos cartões SD/microSD mais acessíveis. 

Agora parece que a empresa japonesa aprendeu sua lição e os gamers poderão expandir a capacidade de armazenamento do novo console usando SSDs NVMe com formato M.2 e interface PCI Express 4.0 disponíveis para PCs. O suporte para expansão da capacidade de armazenamento será particularmente importante, já que o SSD do PS5 terá apenas 825GB de capacidade.

PlayStation 5 suportará SSDs NVMe de terceiros e não cartões de memória proprietários

"Nós suportaremos certos SSDs M.2. Estas são unidades internas que você pode obter no mercado e instalar em uma baia no PlayStation 5. Elas se conectam à unidade de I/O personalizada, assim como nosso SSD faz para que eles possam tirar proveito total da descompressão, coprocessadores de I/O e todos os outros recursos", confirmou o arquiteto do PlayStation 5, Mark Cerny.

- Continua após a publicidade -

Um detalhe é que o SSD do usuário precisará ser tão rápido quando o do PlayStation 5, que oferece velocidade de 5.5GB/s. No momento a Sony ainda não revelou quais drives comerciais funcionarão com o PS5, mas isso deve mudar nos próximos meses.

"Jogos que dependem do nosso SSD precisam funcionar perfeitamente com qualquer unidade M.2. O esquema NVMe é muito bom, mas só tem dois níveis de prioridade. Nosso SSD tem seis. Podemos conectar uma unidade com apenas dois níveis de prioridade, mas nossa unidade de I/O personalizada tem que arbitrar as prioridades extras em vez do controlador flash da unidade M.2. E assim, a unidade M.2 precisa de um pouco de velocidade extra para cuidar de questões decorrentes da abordagem diferente", disse Cerny.

Há também outros problemas de compatibilidade que podem surgir. Como a Sony suportará drives existentes e não cartões de memória proprietários como a Microsoft, eles não controlarão a tecnologia de armazenamento. O grande número de SSDs no mercado, que variam em velocidade e desempenho geral, poderia levar a um desempenho inconsistente durante a execução dos jogos.

Nos próximos meses a Sony fará testes para saber como os títulos específicos otimizados para PS5 se comportam em uma variedade de SSDs PCIe 4.0 atuais. A empresa recomenda que os jogadores aguardem até depois do lançamento antes de pensarem em comprar SSDs de terceiros para expansão do armazenamento, já que ela terá uma lista preparada com as melhores unidades M.2 para o PlayStation 5.

O novo console da Sony será lançado no final deste ano, mas nenhuma data específica foi divulgada. O preço oficial também é desconhecido, mas muitos especulam que ele chegará ao mercado custando US$ 499.

Fonte: TweakTown
  • Redator: Fabio Rosolen

    Fabio Rosolen

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.