Benchmark de FF XV mostra inconsistências por uso indevido do Hairworks

A Square Enix liberou no final da semana passada uma ferramenta de benchmark para que os gamers possam já ir medindo a capacidade de seu sistema em rodar Final Fantasy XV.  A galera do Gamer Nexus revirou a ferramenta, e com ajuda de algumas modificações da comunidade e também de recursos como o Nvidia Ansel conseguiram descobrir porque o Hairworks está causando perdas de desempenho mesmo em cenas em que não há nada na tela usando o recurso.

O motivo seria a renderização desnecessária de uma... sei lá, vaca, chame como quiser esse simpático animal da imagem abaixo, que estaria consumindo recursos do sistema mesmo em cenas em que ele sequer aparece. Isso seria resultado de uma falha da ferramenta em realizar o culling (abate, em tradução livre), uma técnica utilizada em games onde elementos que não vão aparecer na imagem final (seja porque o jogador está muito longe, está olhando para o outro lado ou porque tem algo na frente) simplesmente são ignorados no processo de render do jogo e dessa forma são economizados recursos do hardware. Quem quiser se aprofundar mais sobre essa técnica, tem essa documentação aqui (em inglês).


Screenshot do peludo "vilão" do benchmark. Créditos: Gamer Nexus

O que acontece no benchmark do FF XV é que essa.. vaquinha está consumindo recursos do sistema mesmo nas cenas em que ela nem aparece, e o resultado é que habilitar o haiworks traz impactos pesados em performance em todos os segmentos do teste pois ela possui uma pelagem pesada para renderização. Como é de se esperar, as placas da AMD sofrem o maior dano em desempenho, ganhando 37% ao desligar esse recurso, enquanto placas da Nvidia, mais otimizadas para essa tecnologia, só alteram em 15% sua performance ao ser desligado esse recurso. Porém mesmo tendo um ganho pouco significativo na média de quadros por segundo, desligar o Hairworks faz com que a placa GeForce ganhe muito mais estabilidade. Para esse comparativo o Gamer Nexus utilizou uma Radeon Vega 56 e uma GeForce GTX 1070, duas placas com níveis de performance próximos.

Vai rodar? Requisitos de Final Fantasy XV aparecem listados na Windows Store

Independente da causa dessa falha na ferramenta de testes, é interessante ver como a empresa ter liberado a ferramente de benchmark de forma antecipada pode ajudar a evitar que um bug chegue a versão final do jogo. E também como a comunidade PC Gamer não perdoa, e irá revirar seu game em busca de falhas, possibilidades de otimização e, não demora, como implementar mods. Falando nisso, Final Fantasy XV irá trazer suporte a modificações da comunidade em sua versão para PC.

- Continua após a publicidade -

Final Fantasy XV já está disponível no PS4 e no Xbox, e chegará ao PC em 6 de março, junto com uma nova versão para os consoles. A versão para PC irá trazer o suporte a resolução 4K, além de tecnologias GameWorks como o Hairworks e o Turf effect. Vamos torcer que uma implementação melhor do culling torne viável usar esses filtros sem despencar a performance.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.