Palmer Luckey vai ao Facebook se desculpar pelo "impacto de suas ações"

Foi divulgado ontem o envolvimento do criador do Oculus RiftPalmer Luckey, com o site Nimble America, que se dedica a "criar memes" desfavoráveis à Hillary Clinton enquanto favorece o candidato Donald Trump para a eleição nos Estados Unidos. Luckey foi hoje ao Facebook se declarar sobre o caso e, enquanto ele admitiu ter doado US$ 10.000 para o site, ele nega ter participado de sua fundação e afirma que ele não é o usuário conhecido como NimbleRichMan no Reddit.

No post Luckey se desculpa por suas ações impactarem negativamente a "percepção" do Oculus e seus parceiros. Ele reitera que as ações foram apenas dele e não representam o Oculus, para se desculpar novamente pleo impacto delas na comunidade.

O chefe do Oculus afirma também em seu post que não pretende realizar nenhuma nova doação para o Nimble America e que achava que o site se tratava apenas de "uma organização com ideias novas de como se comunicar com eleitores jovens através de vários outdoors".

Os jornalistas responsáveis pela descoberta dos investimentos, Ben Collins e Gideon Resnick, no entanto, contestam algumas das afirmações de Luckey em sua declarações. Os dois foram ao Twitter mostrar trechos dos emails trocados com o executivo onde ele afirma ser, de fato, o tal "NimbleRichMan".

- Continua após a publicidade -

Fonte: GameSpot
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.