Reino Unido atualiza Direitos do Consumidor e agora inclui reembolso por mídias digitais defeituosas

O Reino Unido atualizou o Ato de Direito do Consumidor e, pela primeira vez na história da humanidade, adicionou uma política de reembolso para mídias digitais defeituosas, incluindo ebooks, músicas, jogos e outros conteúdos. Assim como a mídia física, o consumidor possui 30 dias para pedir reembolso total caso o seu produto digital não tenha qualidade satisfatória, compatibilidade com o seu propósito ou diferente do que é descrito pelo vendedor.

Com essa mudança, os jogadores que compraram "Batman: Arkham Knight" no PC, ou games como "Assassin's Creed Unity"(imagem acima), poderiam pedir reembolso por causa do jogo defeituoso, e com o apoio de uma lei do país.

De acordo com o novo Ato, o consumidor possui até 30 dias após a compra para rejeitar o produto defeituoso e pedir um reembolso. Após ser notificado, o vendedor possui 30 dias para consertar o produto, com um patch no caso de um software, por exemplo. Caso isso não aconteça, o comprador pode pedir um reembolso, desconto ou substituição do produto digital.

Os novos Direitos do Consumidor também cobrem jogos e apps que são distribuídos gratuitamente. Caso um aplicativo gratuito seja gratuito, o provedor não é obrigado a oferecer consertos, porém, se algum defeito for encontrado em conteúdos comprados dentro do app, o vendedor deve arrumar os bugs.

Esta é a primeira vez que uma lei de Direitos do Consumidor é reajustada para acrescentar a mídia e conteúdo digital. Porém, com o grande crescimento desse tipo de produto e seus constantes bugs, vamos torcer para que isso vire uma tendência.

Atualmente, várias lojas digitais já oferecem suas próprias políticas de reembolso. A Steam, que possui mais de 100 milhões de usuários, permite que o comprador peça reembolso por qualquer jodo, ou DLC, e por qualquer motivo. Desde que o jogador peça seu dinheiro de volta num prazo de até 14 dias e tenha jogado no máximo 2 horas daquele game.

- Continua após a publicidade -

{via}Eurogamer|http://www.eurogamer.net/articles/2015-10-01-new-consumer-rights-act-puts-gamers-in-the-driving-seat{/via}

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.