Tech no Oscar 2015 - Assuntos geeks que vemos por aqui e que levaram estatuetas

Cobrir o cinema não é a nossa praia, e está longe de nos preocupar o fato que Jennifer Lopez e a mulher do Robert Durval (quem?) estavam com o mesmo vestido ontem. Mas alguns outros caras que importam mais para nós - e potencialmente para o pessoal que acompanha o Adrenaline - também ganharam destaque. Aqui vai nossos highlights dos vencedores na premiação de ontem à noite:

  • Melhor ator
    Eddie Redmayne - A Teoria de Tudo

Sinopse: A Teoria de Tudo conta a história de Stephen Hawking, mesclando suas importantes descobertas no campo da astrofísica com seu relacionamento com Jane Wide, também estudante da Universidade de Cambridge, e a descoberta de sua complicada doença aos 21 anos. Eddie Redmayne faturou a estatueta de melhor ator por sua ótima atuação como Hawking.

No Adrenaline: Por aqui, Stephen Hawking deu as caras em duas ocasiões. Uma vez quando abriu uma conta no Facebook e, de quebra, "participou" do Ice Bucket Challange. Também ganhou espaço ao anunciar, junto com a Intel, o desenvolvimento de um sistema de comunicação para pessoas com disfunções motoras

  • Melhor roteiro adaptado 
    Graham Moore - O jogo da Imitação

Sinopse: "O Jogo da Imitação" conta a história de Allan Turing, matemático que possui uma função central na Segunda Guerra Mundial ao participar da equipe responsável pela decodificação do "Enigma", equipamento usado pelos nazistas para enviar mensagens encriptadas. O filme trata de pontos críticos da vida de Turing, como seu temperamento difícil. O filme sofre críticas por "romancear" a biografia de Turing, tanto de forma excessivamente positiva quanto negativa, para aumentar a dramaticidade.

- Continua após a publicidade -

No Adrenaline: Alan Turing está por todo o site. O matemático foi muito influente no desenvolvimento da ciência da computação, e traços do seu trabalho estão no seu computador, smartphone e videogame. O conteúdo com seu nome, mesmo, é esta notícia falando sobre a "absolvição real" que Turing recebeu por seu crime de "indecência" (na época, homossexualidade se encaixava nesta lei).

  • Melhor longa de animação
    Operação Big Hero

Sinopse: A primeira animação da Disney baseada em uma história da Marvel, "Operação Big Hero" é um filme que conta a história de Hiro Hamada, gênio da robótica que se une ao excêntrico robô Baymax para formar um grupo de heróis Big Hero 6. Um típico filme "para a família toda" com mistura de humor e ação.

No Adrenaline: Apesar de todo o enfoque na robótica, algo que às vezes dá as caras por aqui, o que trouxe Operação Big Hero foi outra coisa técnica: o supercomputador usado na renderização do filme. Com nada menos que 55 mil núcleos, o super PC foi necessário para renderizar a fictícia San Fransokyo, composta por 83 mil construções, 260 mil árvores, 215 mil postes de luz e 100 mil veículos. Além da abundância dos modelos, os efeitos de iluminação trouxeram um grau de detalhamento nunca usado antes, com cada feixe de luz sendo refletido ou refratado mais de dez vezes, e alterando de cor e direção de acordo com o objeto que colide.

  • Melhor Documentário
    Citizenfour

- Continua após a publicidade -

Sinopse: O documentário trata de Laura Pointras, cineasta com pesquisas sobre segurança nacional, e os  e-mails anônimos que recebe assinados sob o pseudônimo de "citizen four". As mensagens falam sobre documentos secretos do governos estadunidense. Em junho de 2013, Laura Poitras vai a Hong Kong encontrar-se com o remetente dos e-mails, Edward Snowden.

No Adrenaline: Não foram poucas as vezes que o analista de sistemas e ex-CIA apareceu por aqui. Snowden divulgou ao mundo as operações de vigilância e monitoramento da Agência de Segurança Americana (NSA). De acordo com as denúncias de Snowden, o governo americano estaria rompendo os limites da privacidade da população nas telecomunicações para monitorar possíveis ameaças à segurança nacional.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.