Halo Infinite grátis dá pra rodar em PC ruim?

Testamos os modos gratuitos do game em nossos hardwares de baixo custo

Pra alegria de quem quer se divertir gastando pouco, Halo Infinite conta com modos gratuitos para jogar, como o multijogador. Mas será que a galera econômica no hardware também consegue dar conta de rodar esse game? Testamos em nossos hradwares de entrada e testamos a configurações possíveis, tentando encarar o jogo até sem placa de vídeo nenhuma.

Os requisitos mínimos que a desenvolvedora pede já acendem um sinal vermelho. Enquanto a parte de processador não parece ser um problema, e a memória RAM também não está exigente, a placa de vídeo parte de uma GTX 1050 Ti e uma RX 470, o que deixa o PC Baratinho como especificação mínima, e o PC da Crise fora da especificação pra rodar o jogo! As specs completas incluem:

- Processador: AMD Ryzen 5 1600 ou Intel i5-4440
- Memória: 8 GB de RAM
- Placa de vídeo: AMD RX 570 ou Nvidia GTX 1050 Ti
- DirectX: Versão 12
- Armazenamento: 50 GB de espaço disponível

Nós testamos duas máquinas ao longo do vídeo: o computador sem placa de vídeo, codinome PC da Crise, e um computador de entrada gamer, codinome PC Baratinho (só codinome mesmo, hoje anda custando mais de R$ 5 mil montar ele). As especificações completas incluem:

PC da Crise:

- Continua após a publicidade -

- Processador AMD Ryzen 3 3200G
- Gráficos integrados no CPU Vega 8
- Placa-mãe ASUS A320M-K/BR
- 2x8GB DDR4 Teamgroup T-Force Vulkan @3000MHz
- Fonte de 300W SFX 80 PLUS

 PC Baratinho:

- Intel Core i3-10100F
- 2x8GB DDR4 TeamGroup @2400MHz
- Asus Prime H410M
- Zotac GeForce GTX 1050 Ti Mini
- Fonte Cooler Master V550 MWE

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.