Pentium rodando Warzone se ajeitar os shaders [AdrenaClipes]

Tentando uma solução mais "orgânica" para o problema de aquecimento

A live testando o Intel Pentium G4560 foi um verdadeiro desafio para esse pobre dual-core, que precisou tankar muito game pesado com seus apenas dois núcleos e míseros 4 threads, uma configuração bem abaixo dos mais confortáveis 6 núcleos e 12 threads que recomendamos atualmente.

Veja outros Clipes de nossas Lives!

Como a gente esqueceu de otimizar os shaders do Call of Duty: Warzone, e isso demora um monte, tentamos abrir o jogo sem fazer isso. O resultado é o jogo derretendo na nossa frente, mas taxas de quadros até que não tão ruins e até uns hacks acidentais em nosso favor!

Live testando o Intel Pentium G4560

Nós temos lives bastante longas por aqui, passando até de 2 horas de transmissão. E no caos desses programas, ou mesmo em nossos vídeos rotineiros, bastante coisa bizarra ou inusitada acontece, e que se perde no meio de tanto tempo de vídeo.Vamos experimentar um novo formato de publicação para destacar esses grandes momentos perdidos em horas e horas de conteúdo. Nos AdrenaClipes vamos pegar momentos de entrevistas, testes, gameplays e tudo mais que fazemos aqui no Adrena, separando aqueles mais informativos, inesperados e divertidos.

- Continua após a publicidade -

Galera boa de memória, nos ajude a achar esses momentos marcantes, e nos comentários nos contem que vídeos vocês acham que mereciam um corte só dele, seja porque tinha uma informação muito boa ali, seja porque é um vídeo divertidíssimo. 

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.