AMD Radeon RX 6700 XT em ação! Testamos o desempenho em um gameplay!

Será que esse é o upgrade perfeito para donos de um monitor 1440p?
Por Diego Kerber 17/03/2021 10:15 | atualizado 17/03/2021 10:15 Comentários Reportar erro

A RX 6700 XT chegou e é hora de descobrir se ela é mesmo a solução final para o gamer de olho em uma jogatina em QuadHD em alta qualidade e altas taxas de quadro. A placa de vídeo traz a tecnologia RDNA 2 redimensionada em um chip mais modesto, a Navi 22, tentando entregar um produto com preço mais acessível ainda mantendo boa performance.

Esse chip gráfico foi dimensionado para gameplay em alta qualidade e taxa de quadros em QuadHD

Nesse gameplay vamos testar dois modelos. Um deles é o projeto referência da própria AMD, que substitui o sistema triplo de fans para um mais modesto com duas fans, aproveitando o TDP e consumo menos exigentes do chip RX 6700 XT. O outro modelo é um projeto customizado da Gigabyte, a Gigabyte Radeon RX 6700 XT Gaming OC, com um sistema mais robusto de resfriamento. 

Com a redução comparado aos modelos RX 6800 e 6900, com performance para 4K, a RX 6700 XT foi dimensionada para rodar games na resolução 2560 x 1440, seja games single-player com gráficos elevados acima dos 60fps, seja os games competitivos com uma taxa de quadros superior aos 180fps. 

A bancada de testes usada inclui:

- Continua após a publicidade -

- Intel Core i9-10900K (resizable BAR habilitado) - link da análise
- Z490 ASUS Maximus XII Extreme - link da análise
- 2x8GB G.SKILL Trident-Z CL14 @3200MHz - site oficial
- Fonte Coolermaster V1200 Platinum - site oficial
- Gabinete Core P3 - site oficial

Nós jogamos:

00:00 - Introdução e componentes
01:40 - Control (Ray Tracing ON e OFF)
04:36 - Red Dead Redemption 2
06:17 - Call of Duty Warzone
08:20 - Troca para o modelo da Gigabyte
10:05 - Call of Duty Warzone
12:35 - Fortnite
15:45 - Rainbow Six Siege
17:29 - Horizon Zero Dawn
19:02 - Assassin's Creed Valhalla
20:58 - Conclusões

O dimensionamento da RDNA 2 na RX 6700 XT trouxe alguns resultados impressionantes. Esse chip conseguiu atingir frequências altíssimas, superiores aos 2500MHz, durante o gameplay em alta carga. Apesar disso, tanto o modelo referência quanto o modelo da Gigabyte, especialmente o da Gigabyte, aqueceram pouquíssimo, ficando em modestos 60ºC a 70ºC, uma excelente temperatura para um chip gráfico em alto desempenho. 

- Continua após a publicidade -

A placa entrega desempenho confortável em 1440p com tudo no máximo, porém o uso do Ray Tracing acaba forçando a redução para a resolução 1080p

Para o objetivo de rodar em QuadHD essa placa está mais que capacitada em habilitar todos os recursos gráficos no máximo e entregar mais de 60fps nos games mais cinemáticos de campanha solo, e ultrapassar os 120fps nos games competitivos. O único porém é o Ray Tracing: sem um recurso como o DLSS, a placa é bastante penalizada quando liga o traçamento de raios de luz. Não é impossível usar, mas é preciso baixar a resolução para 1080p para tornar o gameplay viável. 

O grande empecilho dessa placa será o mesmo que todos os lançamentos recentes: preço e disponibilidade. Com um grande desabastecimento de GPUs e uma pressão gigantesca da oferta e demanda, esse é outro produto que pode chegar sendo atropelado pela atual realidade. Os reports iniciais já não são promissores sobre a potencial disponibilidade do produto, no lançamento.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você pesa mais quando escolhe sua plataforma para jogos?

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.