Disponibilidade das novas RTX segue baixa ao menos até o fim do ano

Expectativa é melhorar o volume apenas em 2021
Por Diego Kerber 25/10/2020 13:55 | atualizado 27/11/2020 11:53 Comentários Reportar erro

A disponibilidade das placas RTX seguirá limitada também no lançamento da 3070, essa é a expectativa de diversas das fontes que lidam com a importação, com quem conversamos sobre o assunto. 

A série RTX 30 vem em um contexto bastante atípico causado pela pandemia do SARS-COV-2, que impactou a logística do lançamento dessas placas em múltiplos "fronts" ao mesmo tempo, desde os insumos, passando pela produção até a distribuição.

A baixa disponibilidade de produtos é global

A baixa disponibilidade das estreantes da linha 30, a RTX 3080 e 3090, é notável não só no Brasil como também no exterior. Uma primeira quantidade, bastante limitada, chegou inicialmente através do transporte aéreo. Esse modelo é mais caro, e normalmente usado para garantir a disponibilidade de produtos para o lançamento, aproveitando o "hype" da chegada de um novo modelo ao mercado.

Uma segunda etapa de produtos chegando por via marítima seria o natural agora, com produtos chegando entre o final desse mês e começo do próximo, porém a baixa disponibilidade não deve ser contornada, já que nossas fontes afirmam ter dificuldades em conseguir trazer mais produtos.

- Continua após a publicidade -

No momento faltam insumos para a fabricação, e o resultado são poucas placas sendo fabricadas

A principal causa na baixa produção seriam a falta de insumos em geral, incluindo os chips da própria Nvidia, mas não limitado a ela. Há vários componentes necessários para fabricar uma placa, como memórias, capacitores, bobinas, fans... e está um desafio conseguir múltiplos desses itens na fabricação.

Algumas de nossas fontes falam de novas unidades em baixa quantidade chegando ao longo de novembro, porém a maioria das pessoas com quem conversamos são mais pessimistas, e só imaginam uma melhora no cenário a partir de 2021.

Não temos nenhuma informação sobre as Radeon, mas elas usam componentes semelhantes e devem passar pelos mesmos problemas

- Continua após a publicidade -

Sobre a linha Radeon não conseguimos nenhuma expectativa, o que por si só não deixa de ser um informação. A AMD prepara o lançamento da linha 6000 de GPUs Radeon para 28 de outubro, na quarta-feira da semana que vem, e é difícil ser otimista sobre a disponibilidade desses produtos considerando que a falta de insumos que atingem uma GeForce são basicamente os mesmos que dificultam a fabricação de um Radeon, com exceção do chip gráfico.

Preços
As RTX 30 foram introduzidas com importantes impactos na relação entre custo e performance. A RTX 3080 chegou com um preço 200 dólares mais barato que o de lançamento da RTX 2080 Ti, entregando mais performance, enquanto a RTX 3070 foi anunciada pela metade do preço da antiga topo de linha, e com performance em um patamar semelhante. No Brasil a expectativa era para um efeito semelhante, com os potenciais preços que investigamos para os produtos.

Porém as placas de vídeo, como qualquer mercadoria, seguem a lógica de mercado. Baixa disponibilidade combinado com alta demanda fazem a famosa "Lei da Oferta e da Procura" passar por cima de qualquer tentativa da Nvidia em dar as diretrizes de venda dos produtos equipados com seus chips, e chegou a supostamente aparecerem preços no site da própria empresa no Brasil, mas que não estão disponíveis no momento.

Esse efeito negativo vai bem mais longe do que o imaginário popular do logista ou fabricante "malvadão" abusando nos preços. Seguindo uma lógica de mercado, se você não tem volume, a forma de alcançar rentabilidade precisa ser na margem de lucro maior. Considerando que vão ser poucas as placas que serão possíveis de ser fabricadas, acabam sobrando menos opções para viabilizar o modelo de negócios, já que margens pequenas de lucro sem alta escala dão baixo retorno.

Sem placas para abastecer o mercado, após preços iniciais que conseguiam trazer esse impacto positivo na relação custo e performance, como a RTX 3080 por R$ 6 mil (a RTX 2080 Ti era encontrada na época por valores na casa dos R$ 8 mil ou superior), uma segunda onda de produtos vem mostrando um aumento considerável nesses valores, isso quando sequer há disponibilidade. 

Mas não é só para quem quer comprar as novas placas que temos um problema. Novos produtos que introduzem níveis superiores de performance por preços mais acessíveis também criam uma pressão nos valores do line-up anterior. Muita gente estava de olho na redução de preços das RTX 20, algo que simplesmente não aconteceu já que o lançamento da série 30 não trouxe esse efeito positivo na concorrência dentro da própria linha GeForce.

A RTX 2080 Ti, por exemplo, até chegou a aparecer por R$ 4.499, o que tornaria ela um modelo bem mais interessante, mas foi por pouquíssimo tempo. Seu preço se situa na casa dos R$ 7 mil atualmente, apenas levemente mais baixo que víamos anteriormente, e bem longe do impacto que esperávamos após o anúncio da RTX 3080 e, especialmente, a proximidade do lançamento da RTX 3070.

Comprar agora ou não?
Montar um PC está extremamente difícil agora. Já abordamos esse tópico aqui no site fazendo o levantamento dos preços após o agravamento da pandemia, e em todos os patamares de preços temos cenários muito piores para o consumidor. 

Cada um vive sua situação própria, e conhece sua realidade e suas necessidades. Para a grande maioria, o mais sensato no momento é esperar. Em parte porque realmente não há produto disponível, em outra parte porque o que temos disponível tanto nos lançamentos quanto nos antigos produtos estão com preços bastante elevados.

Alguns modelos específicos estão um pouco melhores, como é o caso da RTX 2060 que já aparece novamente no nível abaixo dos R$ 2 mil eventualmente (em seus melhores momentos chegou a custar R$ 1,6 mil), mas em geral, todos os modelos andam consideravelmente acima do que poderiam ser encontrados antes da pandemia.

Baixa disponibilidade de produtos pressiona os preços para cima. Agora é um momento ruim para comprar uma placa de vídeo

Quem puder esperar, há muito potencial de ter muitos benefícios. A AMD vai apresentar seus modelos, o que cria uma pressão em preços no segmento high-end. Também podem começar a aparecer produtos mais recentes em segmentos intermediários, o que pode ajudar em segmentos onde estão RTX 2070 e RX 5700 XT, por exemplo. É bom lembrar que os consoles de nova geração também estão chegando, trazendo uma opção para os gamers e também criando um novo ponto de equilíbrio na "Lei da Oferta e da Procura", com a introdução de um produto substituto para quem só queria jogar.

Mas, principalmente, a melhora na disponibilidade de produtos é o único jeito de vermos uma melhora no quadro atual, e pelos próximos meses não temos um indicativo claro que o cenário está melhorando.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.