Ainda Vale a Pena Intel Core i3-9100F? O processador na casa dos R$ 500 dá conta?

Vamos testar se os quad-cores de quatro threads ainda servem pra jogar!
Por Diego Kerber 15/10/2020 19:54 | atualizado 21/10/2020 21:28 Comentários Reportar erro

O programa de hoje é um escolha dos editores, também conhecidos como democracia é bom para os outros hoje vamos fazer do meu jeito. O processador escolhido da vez é o Core i3-9100F, devido a um artigo que está a caminho: o Guia de Processadores do 2º Semestre de 2020.

Veja todos os episódios do "Ainda Vale a Pena"

Enquanto fazíamos o levantamento dos preços, apenas um processador até R$ 500 mostrou-se um potencial modelo para montar uma máquina para jogar: o i3 da nona geração é um dos poucos que não está na faixa dos R$ 700+.

Mas, ao mesmo tempo, é um CPU limitado. Apesar de ser um quad-core, como outros bons modelos tipo o Ryzen 3300X, ele não tem hyperthread, o que significa que só tem 4 threads. Essa configuração ainda dá conta de jogar bem? Vamos descobrir hoje.

Bancada de testes:

- Continua após a publicidade -

- CPU Intel Core i3-9100F
- Placa-mãe Asus H310
- 16GB (2x8GB) TeamGroup DDR4 @2666MHz
- Nvidia GeForce RTX 2060 Super Founders Edition
-  Coolermaster V850

Na próxima quinta-feira (15/10) a partir das 20h10, horário de Brasília, Diego Kerber (@kerberdiego) e Cassiano Presoto (@presotocassiano) vão colocar um hardware mais antigo que a galera quer ver em ação, mostrando como foi a passagem do tempo para esse componente. 

- Continua após a publicidade -

O "Ainda vale a pena" é mais um quadro experimental da galera da redação do Adrenaline, feito fora do horário do expediente normal. As doações feitas no superchat serão repassada aos participantes do programa, e serão bem-vindas como um gesto de apreço pelo nosso trabalho e também incentivo para os quadros que a galera achar mais relevante, e que querem que continuem. A gente explica um pouco a ideia aqui abaixo:

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.