QUATRO JOGOS PESADÕES em apenas UM PC: RTX 3090 segura tudo isso?

Se ela segura um jogo em 4K, será que não segura 4 em FullHD?
Por Diego Kerber 24/10/2020 14:05 | atualizado 28/11/2020 09:11 Comentários Reportar erro

A RTX 3090 é a primeira placa GeForce a desafiar o mundo de games em 8K graças a sua quantidade impressionante de VRAM disponível. Mas como quase ninguém tem uma tela 8K, decidimos desafiar a performance dessa placa de outra forma, usando o monitor FullHD que todo mundo tem. Para ser mais preciso, quatro monitores em FullHD.

No testes de hoje voltamos a brincar com múltiplos usuários em um PC, algo que já mostramos em um vídeo anterior, mas hoje o objetivo é ver até onde uma Gainward GeForce RTX 3090 Phantom GS "segura as pontas" se é forçada a lidar com 4 games pesados ao mesmo tempo.

Para isso ser viável, não adianta apenas uma placa de vídeo potente. Vamos usar nada menos que um AMD Ryzen Threadripper 3790X, com seus 32 núcleos e 64 threads, para dar conta de tantas aplicações ao mesmo tempo. Isso quer dizer que, se fosse dividido igualmente entre os games, eles teriam ainda 8 núlceos e 16 threads para cada, ou seja, quatro Ryzen 7. Montamos essa besta em uma Gigabyte TRX40, para dar suporte a infinidade de memórias que precisamos para garantir um quad-channel eficiente.

Especificações técnicas usadas:

- AMD Ryzen Threadripper 3970X
- Enermax Liquidtech 240mm
- Gigabyte TRX40 Aorus Master
- Gainward GeForce RTX 3090 Phantom GS
- 8x8GB DDR4 @2933MHz
- SSD M.2 1TB Kingston A2000
- SSD M.2 HyperX Predator 512GB
- SSD SATA 3 Kingston 2TB
- Fonte Coolermaster 850V

- Continua após a publicidade -

Para abrir o jogo, mais uma vez usamos o Aster. O software possibilita abrir múltiplos usuários no mesmo sistema operacional, assim forçamos o Windows a distribuir os recursos de hardware de forma não dar preferência a apenas um: todos os jogos vão ser prioritários para cada um dos usuários. O Windows que lute.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.