Dá pra jogar Gears Tactics só com gráfico integrado do Ryzen 3 3200G?

Colocamos o nosso "PC da Crise" para desafiar a otimização do novo Gears
Por Diego Kerber 29/04/2020 19:10 | atualizado 01/06/2020 08:48 Comentários Reportar erro

Essa semana chegou um novo game da franquia Gears of War, mas dessa vez em um estilo bastante diferente do que estamos acostumados. No lugar da ação tradicional, o exclusivo da Microsoft agora se aventura no estilo mais cadenciado de um jogo de estratégia por turnos!

SITE OFICIAL DA ASUS TUF GAMING X570-PLUS/BR

Isso nos ajuda bastante para a missão de hoje, que é rodar esse game em nosso hardware mais limitado disponível. Vamos colocar em ação o nosso PC da Crise e ver se dá pra jogar. Como é um jogo de turnos, fica bem mais viável alcançar um nível satisfatório de performance, já que não temos necessidade de altas taxas de quadros e até alguns stutterings são aceitáveis, se não forem excessivamente constantes.

O nosso PC da Crise busca ser a máquina mais barata que podemos montar mas ainda capaz de rodar jogos. Ela não é indicada para jogos "triplo A" ou lançamentos, sendo indicada para games mais leves, mas nós testamos mesmo assim pra ver se dá. Para baratear as coisas, ela usa os gráficos integrados do Ryzen 3 3200G para resolver "dois coelhos com uma cajadada": usa os 4 núcleos Zen de processador combinados com 8 unidades computacionais gráficas Vega.

- Continua após a publicidade -

PC da Crise:

- Ryzen 3 3200G
- 2x8GB DDR4 2666MHz
- Placa-mãe B350
- Fonte (praticamente qualquer uma serve para dar conta de uma APU sozinha)
- HD 1TB 

Esse computador originalmente tinha uma meta de ficar na casa dos R$ 1,5 mil, mas as coisas mudaram muito por conta da pandemia de COVID-19, e vamos trazer um artigo abordando mais a fundo esse impacto em breve.

Considerando que "o que vier é lucro" quando o assunto é o PC da Crise, temos boas notícias: dá sim para jogar esse game mesmo em nossa máquina tão limitada. Deu até para arriscar sair dos gráficos no baixo e mirar algo no médio, fazendo as devidas concessões.

A primeira dessas concessões é mirar em 30 quadros por segundo. Novamente, esse é um jogo de estratégia por turnos, então 30fps é mais que o suficiente para uma experiência confortável. A outra é relacionado a escala de resolução. Os gráficos Vega 8 não dão conta do FullHD, então conseguimos melhores resultados aplicando uma escala de resolução pra 83%.

Isso significa que os gráficos em 3D estão sendo gerados em 1600x900. A vantagem de usar escala de resolução ao invés de reduzir a resolução de todo o game é que interfaces, textos e outros elementos "não 3D" mantém a alta definição do 1080p, e considerando a quantidade de informações na tela em jogos de estratégia, manter as fontes bem legíveis é indispensável. 

- Continua após a publicidade -

Gears Tactics está disponível no PC e no Xbox, e outra boa notícia para galera de orçamento apertado é que o game vem para o Game Pass, então pode ser uma boa pedida já que também é viável rodá-lo em máquinas mais modestas. Já temos um gameplay com ele publicado e nossa análise completa está a caminho!

Assuntos
Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.