728 mil Cartuchos de E.T. para Atari são encontrados nos EUA; confira o vídeo

Por Carlos Felipe Estrella 28/04/2014 10:31 | atualizado 17/03/2020 16:39 Comentários Reportar erro

O enterro de 728 mil cópias do game E.T. - O Extraterrestre para Atari 2600 num aterro no Novo México, nos EUA, foi um marco na indústria dos videogames, principalmente por ter ocorrido durante sua recessão, em 1983. Alguns inclusive chegaram a duvidar que isso aconteceu, e a história todo ganhou uma fama de lenda urbana. Mas tudo isso realmente aconteceu, e o vídeo abaixo, feito pelo Xbox Entertainment Studios, mostra como os cartuchos foram achados.

Junto de uma equipe de historiadores que estudam os videogames, do designer do jogo E.T. e de vÁrios gamers, o diretor de programação da Xbox Live, Larry Hryb, apresenta o que aconteceu na busca. A história toda serÁ contada num documentÁrio, dirigido por Zak Penn, que foi um dos escritores de X-Men 2 e de Os Vingadores. O filme serÁ produzido pelo recém-fundado Xbox Entertainment Studios, e serÁ lançado exclusivamente no Xbox One.

O game E.T. - O Extraterrestre foi desenvolvido às pressas em 1982, e ficou pronto em apenas 5 semanas, para conseguir ser lançado junto do filme dirigido por Steven Spielberg. Ele teve recepção extremamente negativa de público e crítica, e é, até hoje, considerado um dos piores games da história. O enterro – que inclui outros games e até consoles da Atari – representou o fim de uma era, conhecida como a segunda geração de consoles caseiros

O fracasso financeiro do jogo E.T. é considerado o último passo de uma série de fatores que levaram à crise da indústria de game de 1983. Outros fatores incluem um mercado saturado de games de baixa qualidade (muitos deles da Atari, a inflação nos EUA e o surgimento dos primeiros computadores pessoais. Isso tudo, junto com as baixas vendas de jogos-chave Â– como Pac-Man e E.T. Â– fez com que os lucros da indústria caíssem de US$ 3,2 bilhões em 1983 para US$ 100 milhões em 1985, uma queda de 97%.

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.