Japonesa em vitrine não é uma moça, nem um manequim, mas sim um robô

Por Risa Lemos Stoider 03/02/2012 10:58 | atualizado 01/11/2020 14:52 Comentários Reportar erro

Manequins de loja podem ser um pouco sinistros – imagine que eles ganham vida no meio da noite. Ainda mais, então, quando se mexem durante o dia. Foi o que aconteceu no Japão, onde uma loja de departamentos resolveu adornar sua vitrine com um andróide. A loja chamou Hiroshi Ishiguro, uma espécie de guru da robótica, para fornecer uma japonesinha humanóide que interage com as pessoas que se aproximam.



Ela não só executa alguns pequenos movimentos como é capaz de exibir 60 expressões faciais diferentes. Em alguns momentos, por exemplo, a moça boceja ao esperar alguma movimentação. Ishiguro acredita que esses andróides são o futuro do merchandising visual. Mas... não sei não, ela não parece muito feliz ali trancada.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual a sua marca de mouses para jogos favorita? - Pesquisa de Periféricos 2020

Mais vídeos










O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.