Smartphones são vendidos com software que espiona atividades do usuário

Milhões de smartphones no mundo estão provavelmente sendo espionados, de modo que cada tecla pressionada, localização geogrÁfica e mensagem seja enviada para um servidor remoto. A descoberta é Trevor Eckhart, desenvolvedor de apps para Android, que demonstrou em um HTC EVO como os dados são capturados em tempo real.

O espião é um software de uma empresa chamada Carrier IQ, que, segundo Eckhart, vem instalado não só nos Androids, como também nos smartphones BlackBerry. Algumas referências ao software também foram encontradas no iOS, segundo o TUAW.


Em um dos testes, o desenvolvedor conectou o smartphone a uma rede Wi-Fi e digitou uma busca no Google. Mesmo negando permissão para o mecanismo compartilhar a sua localização, o software da Carrier IQ capturou esse dado, como conta o The Register. O aplicativo também registrou o termo exato da busca: "hello world", mesmo quando inserido em uma pÁgina com certificação segura SSL.

O vice-presidente de marketing da Carrier IQ, Andrew Coward, nega que o software represente uma ameaça à privacidade dos usuÁrios de smartphones. "Nossa tecnologia não funciona em tempo real", afirmou. "Ela coleta algumas informações que são normalmente transmitidas em pequenas doses."



E para que coletar esses dados? Segundo a empresa, o aplicativo nada mais é que uma ferramenta de diagnóstico desenvolvida para fornecer às operadoras e fabricantes informações detalhadas sobre as causas de quedas nas ligações e outros problemas de desempenho.

A RIM, a HTC, o Google e a Apple emitiram comunicados sobre a polêmica. De acordo com o AllThingsD, as duas primeiras garantem que não instalam o aplicativo nos aparelhos que distribuem. A HTC, porém, vai um pouco mais a fundo e explica que vÁrias operadoras americanas exigem o aplicativo, logo, a responsabilidade é delas e não das fabricantes.

O Google, por sua vez, diz que não tem nenhuma relação com a Carrier IQ e que eles não têm controle sobre como as operadoras customizam seus aparelhos. JÁ a Apple diz que parou de suportar o software no iOS 5 e que irÁ removê-lo completamente em uma futura atualização de software. A empresa ainda ressalta que os usuÁrios podem optar por enviar ou não diagnósticos, que não incluem nenhuma informação pessoal.

Por enquanto, não hÁ informações sobre aparelhos baseados em Windows Phone 7 que estejam "infectados" com o aplicativo espião da Carrier IQ. Conforme o The Verge, os dispositivos Android "puros", ou seja, sem customizações de operadoras, também estão livres da ameaça.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.