Processadores Intel Sandy Bridge-E

A Intel lançou 3 modelos baseados no Sandy Bridge-E, sendo que que apenas 2 estarão disponíveis em 2011, enquanto que um chegarÁ no início de 2012. São respectivamente: Core i7-3960X e Core i7-3930K (ambos com 6 núcleos), e o Core i7-3820 com 4 núcleos.

Quem achava a geração Gulftown grande (240mm2) irÁ se espantar com as proporções do SNB-E. A geração tem die com Área de 435mm2 . Também pudera, o chip possui ao todo 2,27 bilhões de transistores, bem acima dos 1,17 bilhão dos Core i7 900X, ou mesmo dos cerca de 2 bilhões de transistores (315mm2) presentes no Bulldozer FX da AMD. ComparÁ-lo então à linha Core ix 2000 (995milhões em 216mm2) é "covardia".

Veja nossa review do processador Intel Core i7 3960X

Esta é uma das razões pelo aumento na quantidade de pinos no chip, passando de 1366 para 2011. Este grande aumento na quantidade de transistores e na Área do die é explicado em grande parte pela imensa Área dedicada aos núcleos e à memória cache L3. O SNB-E tem capacidade de acomodar até 8 núcleos e até 20MB de L3, algo assombroso para os atuais padrões. Apesar disso, a parece ter adotado a estratégia de "poupar" recursos para uma segunda "onda" de processadores, que poderÁ chegar em 2012.

- Continua após a publicidade -

Outros motivos para o aumento nas proporções e números da nova geração dizem respeito à controladora de memória do tipo quad channel (256 bits) e pelas linhas adicionais do PCI Express, que agora totalizam 40.

Voltando ao assunto das memórias cache L3, a Intel aumentou (ao menos em parte) a sua proporção por core. Ao invés da proporção de 2MB de L3 por núcleo, alguns modelos do SNB-E têm a disposição uma relação de 2,5MB/L3, como é o caso do Core i7 3960X.

Assim como os demais Core ix 2000, a nova geração oferece ainda a cada núcleo de processamento: 32KB de cache L1 para dados e outros 32KB para instrução, além de 256KB de L2 por core.


(Da esq. para a dir.: Sandy Bridge - LGA1155, SNB-E - LGA2011 e Gulftown - LGA1366)

Segue abaixo um resumo com as principais características do processador Intel Core i7-3960X:

- Continua após a publicidade -

• Processamento Hexa Core (6 núcleos): Utiliza 6 núcleos independentes de processamento na mesma frequência em um único pacote físico;
• Frequência Base do Processador: 3.3 GHz;
• Frequência da Tecnologia Intel Turbo Boost 2.0: Aumenta dinamicamente a frequência do processador para até 3.9 GHz quando os aplicativos demandam mais desempenho. Velocidade quando você precisa, ou eficiência no consumo de energia quando a rapidez não é tão necessÁria;
• Tecnologia Intel Hyper-Threading: 12 threads fornecem maior capacidade de processamento para um melhor desempenho multitarefa e em aplicativos paralelizados. Faz mais, com menos tempo de espera;
• Intel Smart Cache: 15MB de cache L3 compartilhado permite um acesso mais rÁpido aos seus dados ao habilitar a alocação dinâmica e eficiente do cache para suprir as necessidades de cada núcleo, reduzindo significativamente a latência dos dados usados com frequência e melhorando o desempenho do sistema;
• Controlador de Memória integrado Quad Channel: Oferece suporte para 4 canais de memória DDR3-1600 com até dois DIMMs por canal. O controlador de memória integrado oferece melhor desempenho de leitura/gravação por meio de algoritmos eficientes pré-carregados, menor latência e maior largura de banda para a memória.


Mas afinal, qual o significado por trÁs do esquema de nomenclatura da geração Sandy Bridge-E?

Enquanto que nas gerações anteriores Nehalem e Westmere a Intel utilizava apenas 3 dígitos para batizar seus processadores, os novos Core ix possuem quatro. Este quarto dígito a mais serve apenas para indicar a qual geração pertence uma CPU de segunda geração. Desta forma, todos os processadores da geração Sandy Bridge deveriam ter o numeral "2" na frente dos outros 3 dígitos, estes sim, servindo para diferenciar as famílias e modelos.

Contudo, a Intel ficou com o dilema de não possuir tanto "espaço" reservado para a linha SNB-E, uma vez que restariam apenas as séries 2800 e 2900, fechando assim a possibilidade da criação de CPUs Sandy Bridge (LGA11555) mais poderosas. Assim, a companhia não teve outra alternativa, senão, a de inaugurar a numeração 3000 para a sua recém criada linha.

Além do prefixo indicativo da geração, pode haver ainda, a presença de um sufixo – na verdade uma letra – para indicar modelos especiais. Assim, a letra "K" indica que o processador em questão tem os multiplicadores destravados (aceitando assim um alto potencial para overclock). HÁ ainda os modelos com "S" e "T", indicando que tratam-se de versões de baixo consumo, respectivamente com TDP de 65W e 45/35W. Com a chegada da nova geração, a Intel adicionou mais um sufixo, o X, que assim como na geração Gulftown, serve para indicar que trata-se do processador top dos tops, ou seja, a cobiçada linha eXtreme.

Dito isto, sabemos então que o Core i7-3960X certamente não serÁ o "último dos moicanos" de sua geração. A Intel certamente ampliarÁ a linha em 2012, lançando entre outros modelos, o 3970X, 3980X e 3990X, este sim, devendo ser o "super jumbo" das "fortalezas voadoras".

Assuntos
Tags
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.