World of Warcraft perde quase 2 milhões de assinantes em um ano

"World of Warcraft" estÁ quase chegando oficialmente ao Brasil. Mas pelo menos 1.7 milhão de jogadores que jÁ exploraram incansavelmente o mundo de Azeroth parece que estão se cansando da aventura, pois de acordo com o site IGN, o número de assinantes no game caiu de 12 (dados de outubro de 2010) para 10.3 milhões em um ano.



Dados mais concretos revelados pela produtora Blizzard Entertainment mostraram que, somente entre julho e setembro deste ano, mais de 800 mil jogadores deixaram de jogar nos servidores online da empresa. O início da queda de assinantes começou no início deste ano, em que a contagem de número de assinantes havia caído para 11.4 milhões e chegou a 11.1 milhões até julho.

Em uma conferência coberta pelo site Gamasutra, o CEO da Blizzard, Mike Morhaime, disse que o declínio veio principalmente do continente asiÁtico. Ainda assim, ‘World of Warcraft' "permanece sendo um dos games online mais populares na China e, de longe, o MMO de maior sucesso baseado em assinaturas do planeta".


Estratégias de reversão

Pensa que a Blizzard vai deixar um dos seus grandes títulos sucumbir dessa maneira? Ledo engano: além do recente anúncio da quarta expansão "Mists of Pandaria", a companhia planeja lançar atualizações com conteúdos inéditos.



"Mas nada disso [as atualizações] é para fazer os jogadores saírem correndo e comprar loucamente as novidades. Isso faz parte de outra estratégia nossa. O que elas realmente fazem é chamar mais atenção ao game e eventualmente irão render novos frutos, assim que os jogadores começarem a dizer uns para os outros o quanto estão se divertindo", completou Morhaime.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.