Estudo revela: maioria dos gamers não compram jogos!

Apesar das cifras bilionÁrias, a indústria dos jogos eletrônicos só consegue "tirar" dinheiro de metade do potencial mercado consumidor. Pelo menos é o que revela a firma de anÁlise de mercado especializada em vendas de distribuição digital, Newzoo.

De acordo com a Newzoo, os estúdios possuem um imenso potencial de crescimento, haja vista que apenas 44% dos que se consideram "gamers", afirmaram gastar dinheiro de seu orçamento para adquirir jogos eletrônicos.

O restante do grupo avaliado, ou seja, 56%, afirmaram que conseguem os jogos através do empréstimo de amigos e familiares.

Para piorar (para os estúdios), dos 44% que gastam dinheiro com jogos, 85% disseram que compraram alguns de seus games através da compra de títulos usados, ou seja, sem que a receita efetivamente vÁ parar nas mãos das produtoras.

Ainda segundo o Newzoo, uma das formas dos estúdios aumentarem suas receitas, é através da distribuição de conteúdo para download, o famoso DLC. A firma de anÁlise prevê gastos com Na ordem de US$ 960 milhões nos EUA em 2011 só com DLC. Quando computado todo o planeta, essa cifra chega perto de US$ 1,75 bilhão. Trata-se de uma fatia considerÁvel de toda a receita da indústria dos jogos eletrônicos.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.