Atualização faz Avira detectar a si mesmo como um malware

Atualizações de antivirus nem sempre funcionam como o esperado. Um caso bastante curioso aconteceu com o Avira AntiVir que, após uma atualização de banco de dados liberada nesta quarta-feira (26/10), passou a detectar um de seus próprios arquivos como uma ameaça.


O software detectou o AESCRIPT.DLL, da sua própria biblioteca, como uma variante do TR/Spy.463227. Dessa forma, os usuÁrios afetados podem ter ficado com o computador desprotegido, jÁ que um dos componentes do antivírus deixou de funcionar.

As estatísticas do Avira mostram a ocorrência de 4 mil a 5 mil falsos-positivos, sugerindo que o problema não chegou a atingir a maioria da base de usuÁrios, composta de mais de um milhão de pessoas. Rapidamente, o upgrade problemÁtico foi substituído por uma nova versão (7.11.16.146), que resolve o inconveniente.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.