Symantec encontra nova ameaça relacionada ao Stuxnet

A Symantec recebeu de um laboratório de pesquisa com conexões internacionais uma amostra de um malware muito semelhante ao Stuxnet, que, no ano passado, foi responsÁvel pela sabotagem de centrífugas de enriquecimento de urânio no Irã. Batizada de "Duqu", a ameaça contém partes praticamente idênticas às do Stuxnet, porém, com um propósito diferente, conforme a companhia de segurança.

Os arquivos foram coletados em computadores da Europa e mostram que o malware foi criado por pessoas que tinham acesso ao código-fonte do Stuxnet ou pelos mesmos criadores.


Apesar das semelhanças no código, ao contrÁrio do Stuxnet, o Duqu não é capaz de alterar rotinas de indústrias e usinas. Seu propósito, na verdade, é dar aos invasores acesso remoto e capturar dados importantes de entidades como fabricantes de sistemas de controle industrial na tentativa de facilitar um futuro ataque. Os criadores do malware procuram informações como documentos de projetos que possam ajudÁ-los a arquitetar um ataque contra uma instalação.

Confira nosso especial sobre o Stuxnet

O alcance do código malicioso ainda é menor que o do Stuxnet. O Duqu não é capaz de se auto-replicar e tem alvos extremamente específicos. Além disso, o malware foi programado para funcionar durante 36 dias e, após esse período, ele é automaticamente removido.  A Symantec enfatiza, porém, que é possível que outros ataques sejam conduzidos contra outras organizações de uma maneira semelhante, porém, com variantes ainda não detectadas.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.