Xbox Live sofre ataques e invasores fazem compras com perfis das vítimas

UsuÁrios da Xbox Live tiveram suas contas invadidas por intrusos que, inclusive, chegaram a fazer compras não-autorizadas, como noticia o site Ars Technica. Conforme as reclamações, o padrão de ataque é um bocado específico: além das compras com informações de cartão de crédito ou MS Points, os invasores também usaram os perfis para jogar "FIFA Soccer 11" ou 12.

"Todos os pontos que estavam na minha conta da Live foram gastos em itens para FIFA 11", relata uma das vítimas em seu blog. "Eu não tenho esse jogo... eu sequer gosto de games de futebol", ressalta.



O jogador prossegue seu relato afirmando que os invasores ainda "tentaram comprar mais coisas. Provavelmente, quando a compra falhou, eles abandonaram meu perfil e foram roubar o de outros jogadores", supõe.

Outro gamer enviou seu relato ao Ars Technica. Ele diz que teve o equivalente a US$100 roubados, utilizados em compras de pontos seguidas do download de "FIFA 12". Todos os MS Points foram gastos em DLCs.

Os usuÁrios reclamam da demora da Microsoft em atender às reclamações, que começaram hÁ mais de 15 dias. Durante o fim de semana, a empresa finalmente emitiu um comunicado oficial minimizando o problema. "Não temos nenhuma evidência de que a Xbox Live tenha sido comprometida. Levamos a segurança do nosso serviço a sério e trabalhamos em uma base contínua para melhorÁ-lo contra ameaças em evolução". No entanto, a companhia admite que "um número limitado de membros nos comunicou de acessos não-autorizados às suas contas por terceiros".

O comunicado sugere, ainda, que os membros da Xbox Live leiam o guia de segurança disponível em www.xbox.com/security para proteger suas contas e finaliza afirmando que a Microsoft "estÁ trabalhando diretamente com os membros impactados para resolver qualquer mudança não-autorizada em suas contas."

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.