Samsung pretende bloquear as vendas do iPhone 4S na França e Itália

O que parecia até um rumor meio maluco começa a dar sinais de que é sério: a Samsung jÁ afirmou que pretende bloquear as vendas do recém lançado iPhone 4S, por quebra de patentes relacionadas a tecnologias wireless. A empresa deve entrar com a ação judicial na ItÁlia e França, e irÁ estender a briga para outros países.

Esta não é a primeira vez que as uma das empresas busca barrar o produto da outra, a Samsung jÁ teve que segurar as vendas do Galaxy Tab 10.1 na AustrÁlia e parou a comercialização na Alemanha, assim como a venda de diversos smartphones em toda a Europa. Este bloqueio seria uma retaliação às ações judiciais da Apple.

O caso da briga de patentes entre as duas empresas é emblemÁtico, pois a Samsung é considerada a principal rival da Apple, no ramo de smartphones e tablets. É uma batalha judicial travada em tribunais de dez países, em vÁrios continentes. Outra diferença é que, na maioria dos casos por quebra de patentes entre empresas de tecnologia, as partes lesadas preferem fechar um acordo de pagamento de royaltes por unidade vendida, como a Microsoft que cobra um valor em cada smartphone Samsung e HTC vendido. No caso Apple vs. Samsung o quadro é outro: a empresa da maçã prefere tirar o concorrente da disputa, e a empresa coreana começa a dar sinais que pretende atacar na mesma moeda.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.