Brasil irá sediar maior encontro mundial de segurança de aplicações web

Pela primeira vez, em outubro próximo, o Brasil irÁ sediar a versão latino-americana da AppSec, maior conferência mundial de discussão sobre segurança de aplicações para Internet, organizada pela entidade global de segurança OWASP (The Open Web Application Security Project).

Para o evento, o Brasil irÁ receber, em Porto Alegre (de 4 a 7 de outubro), um contingente de cerca de 250 especialistas em segurança, incluindo-se aí alguns dos mais respeitados profissionais do universo de aplicações do planeta em assuntos como desenvolvimento seguro, técnicas de penetração em aplicações web, anÁlises de vulnerabilidade e métodos de detecção e combate a ações criminosas na Internet.

De acordo com Luiz Eduardo dos Santos, Membro do Comitê de Conteúdo da AppSec e diretor para América Latina do SpiderLabs – grupo de elite da Trustwave para monitoramento, anÁlise e resposta a eventos de segurança – entre os temas centrais do encontro estarÁ a necessidade de se colocar a segurança como um requerimento central dos projetos de desenvolvimento de aplicações.

"Na abordagem convencional, a segurança agrega um papel apenas secundÁrio na composição de valores associadas ao desenvolvimento da aplicação. Ou seja, antes de pensar em segurança, os grandes clientes de projetos privilegiam a rapidez e a funcionalidade da aplicação, deixando para um segundo momento a solução de vulnerabilidades", afirma o executivo.  


Segundo Luiz Eduardo, na AppSec Latin America, os conferencistas irão mostrar de que maneira esta visão jÁ começa a mudar e como a comunidade de segurança vem criando metodologias capazes de proporcionar estratégias de desenvolvimento seguro que não impliquem, necessariamente, em maior tempo de demora para a conclusão dos projetos de software.

Além de Luiz Eduardo, a conferência AppSec contarÁ com outros altos executivos e pesquisadores da Trustwave, como é o caso dos norte-americanos Tom Brennan, diretor de iniciativas estratégicas da empresa e diretor do conselho deliberativo internacional do OWASP e o pesquisador sênior de segurança, Ryan C. Barnett.  

Posicionado entre os países que mais contribuem para a discussão internacional da segurança, o Brasil terÁ um expressivo número de conferencistas na AppSec. Entre eles estão o pesquisador de segurança do SpiderLabs, Rodrigo Montoro, e o cientista da computação Breno Silva, um dos maiores especialistas da Região em algoritmos de segurança.

A conferência AppSec da OWASP reúne representantes de governos, indústria de segurança, indústria de internetworking e usuÁrios de internet ligados a atividades que envolvem o trÁfego de informações e prestação de serviços estratégicos.

A OWASP é uma comunidade mundial sem fins lucrativos e aberta a interessados em assuntos ligados à evolução dos padrões de segurança em aplicações de software. Mundialmente, existem 70 capítulos do OWASP cobrindo os cinco continentes, sendo nove destes no Brasil.
As primeiras reuniões do AppSec realizadas no Brasil ocorreram em 2005, em Brasília; e em 2010, em Campinas (SP). A conferência de outubro próximo, em Porto Alegre, serÁ a primeira a representar oficialmente toda a Região latino-americana.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.