Alemanha considera ilegal o botão "curtir" do Facebook

O governo alemão declarou que o botão "curtir" do Facebook, espalhado por inúmeros sites, viola as restritas leis de direitos de privacidade no país e, portanto, é ilegal. Isso porque o recurso permite rastrear as atividades de uma pessoa na web, segundo Thilo Weichert, oficial do centro de proteção de dados do estado de Schleswig-Holstein.


Para Weichert, o botão ainda viola as leis de proteção de dados de toda a União Europeia, mas o Facebook rejeita as acusações. Os responsÁveis pela rede afirmam que todos o dados armazenados - como a atividade online de um endereço IP único, por exemplo – são deletadas em 90 dias.

Mesmo assim, por ora, ficou decidido que administradores de Schleswig-Holstein devem remover os botões "curtir" de suas pÁginas até o dia 30 de setembro. Caso contrÁrio, deverão pagar uma multa que pode chegar a €50 mil, o equivalente a cerca de R$114 mil. Não ficou claro, porém, se a medida vale para todo o país ou apenas para o estado em questão.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.