ABES termina julho com recorde de apreensões de softwares piratas do ano

A ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) e a ESA (Entertainment Software Association) acabam de divulgar os resultados do combate à pirataria de software realizado no país durante o mês de julho de 2011. De acordo com as entidades, ao todo foram efetuadas 396 operações que culminaram na captura de 651.502 CDs de programas de computador falsificados, representando um aumento de cerca de 486% em relação aos resultados do mês anterior.

O Estado de São Paulo lidera o ranking do período com mais de 564 mil unidades de mídias falsificadas apreendidas nos principais centros de comércio popular, seguido por ParanÁ, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

"Com nosso trabalho realizado hÁ anos com foco nas vertentes educativa, econômica e repressiva conseguimos um resultado excelente em julho, que até o momento foi o melhor mês do ano. Essa conquista se deve aos diversos fatores como o engajamento dos setores público e privado, o trabalho conjunto desenvolvido pelas diversas esferas da polícia e a maior conscientização da população", comenta Antônio Eduardo Mendes da Silva, coordenador do Grupo de Defesa da Propriedade Intelectual da ABES.

Fechando as iniciativas feitas no mês, 579 anúncios destinados à venda de produtos ilegais e 13 sites com a mesma finalidade, foram retirados de circulação.

Ranking de Apreensões no Brasil – Julho de 2011 (em unidades)
1º São Paulo: 564.264
2º ParanÁ: 57.639
3º Rio de Janeiro: 19.599
4º Minas Gerais: 10.000

Volume de CDs apreendidos (em unidades)
Julho 2010: 97.936
Julho 2011: 651.502
Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.