Autoridades chinesas encontram mais de 20 Apple Stores falsas

O problema das Apple Stores falsas na China é maior do que parecia no início: as autoridades encontraram, só na cidade de Kunming, onde surgiu o primeiro caso, mais 22 lojas desse tipo. O negócio estÁ tomando proporções tão grandes, que a agência de vigilância planeja criar uma central telefônica de denúncias, além de tornar o monitoramento mais rígido.



As autoridades não informaram se os estabelecimentos em questão vendem produtos originais ou falsificados. Mesmo as lojas não-autorizadas, na China, comercializam muitos aparelhos legítimos, mas são frutos do contrabando, o que também é uma atividade ilegal.

Em julho, inspetores investigaram cerca de 300 lojas em Kunming, após a exposição na mídia de uma Apple Store falsa, na qual até mesmo alguns funcionÁrios acreditavam trabalhar para um estabelecimento autorizado. Dias depois, as lojas foram proibidas de utilizar a identidade visual da Apple e, desde então, passaram a cobrir os logotipos da maçã.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.