Cibercriminosos distribuíram 286 milhões de malwares

Uma em cada 280,9 mensagens de e-mail enviadas no mundo inteiro continha conteúdo malicioso em julho deste ano, alerta a Symantec. Em seu mais recente Relatório de Inteligência, a empresa contabiliza que mais 286 milhões de variantes diferentes de malwares foram distribuídas ao longo de 2010.

No Brasil, a taxa de e-mails infectados cai para um a cada 332,1. Por aqui, a porcentagem de spam entre todas as mensagens de correio eletrônico foi superior à de países como Estados Unidos, CanadÁ e Singapura, com 78,7%.



Conforme a Symantec, a maioria dos ataques tem como objetivo obter dados confidenciais dos usuÁrios e das organizações, como segredos industriais, projetos de produtos e resultados de pesquisas; para depois comercializÁ-los no mercado negro.

O estudo identificou ainda que, em média, aproximadamente 6.797 sites  são bloqueados diariamente por hospedarem software malicioso e outros programas potencialmente indesejados, como spywares e adwares. Isso representa um aumento de 25,5 por cento em comparação a junho de 2011.

O setor público foi a maior vítima de ataques de phishing, com uma em cada 73,2 mensagens infectadas, seguido pelo setor educacional com uma em cada 87,8 e o financeiro com uma em cada 396,7.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.