Apple abre processo contra mais de 50 Apple Stores falsas

A visibilidade que os clones chineses das Apple Stores ganharam na imprensa fez a companhia de Steve Jobs abrir o olho para esse tipo de "homenagem". A empresa entrou com processo na justiça contra mais de 50 lojas, acusando-as de infração de marcas registradas.

Ainda não foram revelados maiores detalhes sobre a ação, mas sabe-se que um dos estabelecimentos estÁ localizado em Nova York. É a "Apple Story", que, aparentemente, vende apenas acessórios para os gadgets da maçã e não é uma réplica tão fiel das lojas oficiais, mas usa mostradores na vitrine que lembram o iPhone.



As lojas chinesas se parecem muito mais com as originais e contam, inclusive, com funcionÁrios que utilizam a famigerada camiseta azul com o logotipo da Apple. No entanto, a ação judicial da companhia foi apresentada no Brooklyn e ainda não se sabe se ela vale para territórios fora dos Estados Unidos.

De qualquer forma, isso mostra que a empresa ficou preocupada com a utilização indevida de sua identidade visual em lojas não autorizadas por aí. Depois da descoberta das Apple Stores chinesas, autoridades do país começaram a inspecionar os locais para investigar as licenças de funcionamento, direitos de uso de marca e os canais de distribuição. Devido às infrações, duas delas na cidade de Kunming foram obrigadas a fechar suas portas.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.