Número de apps maliciosos para Android se multiplica em seis meses

Os malwares para Android têm crescido em número e complexidade. A mais recente ameaça descoberta, por exemplo, é capaz de gravar todas as conversas telefônicas da vítima. Um relatório divulgado pela companhia de segurança móvel Lookout mostra que, hoje, usuÁrios da plataforma têm 2,5 vezes mais chances de baixar um app malicioso do que seis meses atrÁs.

A firma estima que, somente na primeira metade do ano, meio milhão de usuÁrios do Android sofreram com alguma infecção. Em janeiro, o acervo de aplicativos infectados com códigos maliciosos contava com aproximadamente 80 variações. Em junho, esse número saltou para 400.



Isso não significa, porém, que exista toda essa quantidade de malwares diferentes para o sistema operacional do Google. Conforme a Lookout, os cibercriminosos criam uma variedade de apps que carregam o mesmo código malicioso ou com algumas variantes. Só o DroidDream chegou a estar em mais de 80 aplicativos diferentes, dos quais boa parte jÁ foi removida do Android Market.

A Lookout nota que os cibercriminosos por trÁs do desenvolvimento desses malwares estão aprimorando suas técnicas. Agora, não basta apenas enviar aplicativos maliciosos para o Android Market. Para enganar as vítimas, eles chegam a comprar espaços publicitÁrios online que induzem o usuÁrio a fazer downloads aparentemente legítimos (como updates, por exemplo), mas que, na verdade, direcionam para códigos nocivos.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.