Nintendo pode ter prejuízo a cada unidade do 3DS vendida

A redução de preço do 3DS é uma boa pedida para o bolso dos jogadores. Mas a Nintendo, pelo contrÁrio, não tem muito o que comemorar. Isso porque, com o novo valor, provavelmente a companhia terÁ prejuízo a cada portÁtil comercializado.

A firma de pesquisa iSuppli desmontou um 3DS para verificar seus componentes e estimou o custo total de produção do aparelho em US$100,71. Junto com os custos de manufatura, a cifra sobe para US$103,25.



O problema é que o preço de venda no atacado, para as revendedoras, normalmente é a metade do preço final para o consumidor, como nota o TechRepublic. Isso significa que a Nintendo passaria a fornecer o 3DS aos varejistas por US$85 cada.

A partir do dia 12 de agosto, o 3DS passarÁ a custar US$169, uma queda considerÁvel em relação ao preço inicial de US$249. Ou seja, caso as estimativas estejam corretas, a Nintendo perderÁ quase US$20 por unidade do portÁtil vendida. Aqui no Brasil, o videogame sai por R$1.199 e ainda não hÁ previsão de novos preços.

Agora, a Nintendo tem que torcer para que a estratégia alavanque as vendas da novidade: em abril, apenas 3,6 milhões de unidades haviam saído das prateleiras, enquanto o antecessor DS Lite atingiu a marca das 17,5 milhões.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Os jogos mais aguardados do segundo semestre de 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.