Google Books e Amazon Kindle saem temporariamente da App Store

A Apple mudou normas de uso do App Store, não permitindo mais que apps façam a venda de conteúdos diretamente para o usuÁrio, sem utilizar o iTunes. Como resultado, os aplicativos do Kindle e do Google Books ficaram temporariamente indisponíveis para aparelhos com o iOS, através da loja oficial.

A empresa da maçã pretende proteger sua participação na venda de conteúdos através de seus aparelhos, com esta ação. "Nossa filosfia é simples: quando a Apple traz um novo inscrito para o App [Store], a Apple ganha 30% do lucro", explicou Jobs. "Quando o inscrito traz outro mecanismo dentro do app, ele mantém 100% do lucro e a Apple não leva nada".

Os apps do Google e da Amazon voltaram a funcionar após uma atualização, que retirou o botão que direcionava o usuÁrio para a compra através do sistema das empresas. Ainda é possível adquirir estes conteúdos fora do iTunes, porém o caminho agora é mais longo: é preciso acessar o site da empresa através do Safari, e então adquirir o produto.

- Continua após a publicidade -

Com a atualização, agora é possível adquirir jornais e revistas através do Amazon Kindle. JÁ o botão que direcionava para a Kindle Store deu lugar a um que compartilha citações de livros para seus amigos no Facebook e seguidores no Twitter. Meio inútil, mas devem ter achado melhor que deixar o layout com um espaço em braco.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.