Segundo trimestre da Nokia não foi tão ruim quanto o esperado

A Nokia segue "na plataforma em chamas", segundo relatório fiscal do segundo trimestre da companhia, mas começa a dar sinais de melhora. "Os desafios são maiores que o esperado porém as transformações estratégicas jÁ estão diminuindo o impacto das perdas" afirmou Stephen Elop, CEO da Nokia. A empresa segue "no vÁcuo" entre seus aparelhos com o sistema Symbian e os novos smartphones com o sistema Windows Phone 7.


Stephen Elop, CEO da Nokia

A Nokia prepara para este ano o lançamento de seu primeiro aparelho com WP7, com uma campanha agressiva de marketing para buscar o terreno perdido. Segundo últimos relatórios, a empresa perdeu a liderança do mercado de smartphones para a Apple.

Apesar da perda neste segmento, o desempenho da Nokia não foi tão ruim quanto esperado. A empresa recebeu 430 milhões de euros, justamente da Apple, no pagamento de royaltes por conta de uma vitória da finlandesa em um processo de quebra de patentes. Também alcançou lucro de 391 milhões de euros, acima das projeções de analistas, que esperavam até mesmo um prejuízo para este trimestre.

- Continua após a publicidade -

A Nokia liderou por longo tempo o mercado de smartphones, especialmente com a plataforma Symbian, porém não foi capaz de responder a chegada de concorrentes como o iOS, e depois a do Android. Atrasos para o lançamento de um aparelho com o sistema MeeGo, que desenvolvia em conjunto com a Intel, e posteriormente a troca para o sistema da Microsoft, fizeram as ações da empresa caírem para a metade do valor de fevereiro.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.