FBI prende 14 suspeitos de integrar o grupo cracker Anonymous

O FBI anunciou a detenção de 14 suspeitos de colaborar em ataques contra o PayPal, reivindicados pelo grupo Anonymous. As prisões ocorreram nos estados do Alabama, Arizona, Califórnia, Colorado, Washington, Flórida, Massachusetts, Nevada, Novo México e Ohio, nos Estados Unidos, e os supostos crackers têm entre 20 e 42 anos.

Outras duas pessoas foram capturadas na Flórida e em Nova Jersey, sob suspeita de outros casos de ciberataques.



Em adição às detenções, o FBI também cumpriu mais de 35 mandados de busca e apreensão em todo o território americano, como parte das investigações a respeito dos ataques virtuais contra grandes corporações.

Os detidos são acusados de causar dano intencional a computadores protegidos e de formação de quadrilha. Os ataques fizeram parte das represÁlias contra empresas que negaram apoio ao WikiLeaks, como MasterCard e Visa, além do próprio PayPal. Caso condenados, podem pegar até dez anos de prisão, além de terem que pagar multas de até US$250 mil.

Outros quatro suspeitos foram presos na Holanda e mais um na Inglaterra, também acusados de participar do Anonymous. Em junho, a polícia espanhola afirmou ter prendido três dos seus "líderes". No mesmo mês, autoridades da Turquia capturaram 32 integrantes do grupo.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.