ECS coloca capacitores sólidos para a CPU em todas as suas placas-mãe

A Elitegroup Computer Systems (ECS) anunciou que todas as suas placas mães passarão a possuir capacitores sólidos para a alimentação da CPU. A iniciativa da companhia visa aumentar ainda mais a proteção, durabilidade e potencial de overclock em suas mobos, uma vez que o processador é o grande responsÁvel pelo consumo mÁximo de energia em tarefas do cotidiano. Ainda de acordo com a ECS, a adoção do novo componente não afetou a ótima relação de custo x benefício de suas placas mães.



Em comparação aos tradicionais capacitores eletrolíticos, os capacitores sólidos têm 1.000 vezes mais condutividade elétrica para oferecer melhor desempenho. A Área da CPU normalmente gera temperaturas mais altas por causa do elevado consumo de energia.

Os capacitores sólidos têm as seguintes características: temperaturas 10% mais baixas; maior durabilidade em temperatura mais elevada, aumentando assim a vida útil e confiabilidade.

A ECS garante o uso de capacitores sólidos legítimos em todas as suas placas mães, ao invés de utilizar capacitores eletrolíticos "disfarçados" de sólidos.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.