Liderados pelos dispositivos móveis, eletrônicos terão recorde de faturamento em 2011

O ano de 2011 serÁ promissor para a venda de eletrônicos, caso a projeção da Consumer Electronics Association se confirmas. Segundo relatório da associação, o setor terÁ um faturamento de US$ 190 bilhões este ano, 5,6% acima do alcançado em 2010.


Dispostivos móveis são os principais responsÁveis pelo crescimento do setor

O crescimento do setor é liderado pelos dispositivos móveis. Segundo o estudo, somente os smartphones apresentarão um crescimento de 45%, chegando a US$ 23 bilhões. Tablets também terão uma participação importante neste cresicmento: "Um ano atrÁs, o mercado de tablets era novo e não comprovado e, agora, eles e outros aparelhos móveis, como os smartphones e os leitores eletrônicos, estão liderando todo o setor em termos de crescimento", afirmou Steve Koenig, diretor de anÁlise setorial da CEA.

Outro segmento de aparelhos que estÁ se destacando é o de e-readers. O mercado de aparelhos como o Kindle, da Amazon, praticamente dobrarÁ, chegando a mais de US$ 18 bilhões. Televisores digitais também apresetarão crescimento, com a chegada de 10,4 milhões de unidades às lojas, este ano. Com uma adoção lenta, os televisores 3D acompanham o crescimento, com a previsão de que 3,6 milhões de aparelhos serão vendidos, quase o dobro dos 1,9 milhões comercializados em 2010.

- Continua após a publicidade -

Esta nova projeção estÁ acima da estimativa inicial do CEA, de 3,5% para 2011, e muito acima da estimativa de crescimento do PIB americano, calculado em aproximadamente 2,4%.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.