Steve Ballmer admite fracasso do Windows Phone 7 e alfineta a Apple

A Microsoft coleciona vÁrios sucessos ao longo de sua carreira, mas o Windows Phone 7 ainda não é um deles, admitiu o CEO da companhia, Steve Ballmer, durante a keynote de abertura da Microsoft Worldwide Partner Conference 2011, que ocorre nesta semana em Los Angeles.

"Em um ano, passamos de muito pequeno para... muito pequeno", afirmou, referindo-se ao market share do sistema operacional. No final de junho, a Nielsen estimou que a plataforma estava em apenas 1% dos smartphones americanos, muito atrÁs do líder Android, com 38%.



A Microsoft não comenta os números das vendas para usuÁrios finais, mas o Gartner calculou que apenas 1,6 milhão de aparelhos baseados no Windows Phone 7 foram comercializados no primeiro trimestre, número inferior até mesmo ao jÁ defasado Windows Mobile, que conseguiu liberar duas milhões de unidades das prateleiras.

Apesar do fraco desempenho no comércio, Ballmer continua otimista para o futuro. "Vocês verão um grande progresso no mercado daqui pra frente", declarou. E o executivo ainda aproveitou a ocasião para dar uma cutucada na Apple, como conta o Network World. Ao mencionar as 350 milhões de licenças do Windows 7 vendidas, Ballmer disse que outras companhias, sem citar nomes, estavam comemorando o sucesso com apenas 20 milhões de cópias. "Agora... 20 é muito, mas 350, até a última vez em que verifiquei, é bem mais que 20", desdenhou.

Segundo o Electronista, a maior parte dessas 20 milhões de unidades corresponde ao Mac OS X, que vendeu 15,25 milhões no último ano. O restante provavelmente envolve Linux e demais plataformas open-source.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.