Busquem pipoca: mais um round de Apple vs Samsung

Segue a luta entre a Samsung e a Apple, por conta da briga sobre domínio de patentes de algumas tecnologias. A empresa coreana solicitou ao Comissão Internacional do Comérico (ITC) que seja proibida a importação de equipamentos da Apple, como iPhones, iPads e iPods. Algo que, na prÁtica, impediria a venda desses aparelhos.

O pedido da Samsung foi entregue na terça-feira (28/06), e acusa a rival de violar cinco patentes de padrões de telecomunicação e até mesmo de modelos de interface. Na quarta-feira (29/06) a empresa coreana também entregou um documento questionando a quebra de patentes, em um tribunal do Delaware, nos Estados Unidos.

A novela judicial entre as duas empresas vem se arrastando nos últimos meses. A Apple acusa a Samsung de copiar seu design dos aparelhos e da interface, em modelos como o Samsung Galaxy S2. JÁ a coreana "contra-atacou" abrindo processos  na Coreia do Sul, no Japão e na Alemanha, envolvem dez infrações de patentes. Entre elas, estão tecnologias de comunicação wireless, de redução do consumo de energia durante a transmissão de dados e de diminuição dos erros no trÁfego de dados 3G.

As duas empresas são rivais em diversos mercados, como o de smartphones e tablets, mas curiosamente são também parceiras comerciais em algumas instâncias. A Samsung vende chips utilizados em diversos aparelhos da Apple.

Para banir a importação (e desta forma, a venda) dos aparelhos da Apple, é preciso que o ITC primeiro investigue o caso, algo que pode se arrastar por meses.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.