SERPRO: 200 sites governamentais foram atacados na última semana

O diretor-presidente do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Marcos Mazoni, explicou hoje (28/06) durante uma coletiva o panorama dos ataques sofridos pelos sites governamentais nos últimos dias.

Segundo Mazoni, na última quarta-feira (22/06) os sites da Presidência da República (presidencia.gov.br) e do Governo do Brasil (brasil.gov.br) tiveram um fluxo de acesso dez vezes maior que o normal. Estes ataques causaram instabilidade nestes sites, porém os crackers não tiveram acesso a nenhuma informação dos servidores. Os ataques foram identificados como do tipo negação de serviço (DDoS).

"Nosso sistema não é frÁgil, tanto que resistimos a todos os ataques e não sofremos nenhuma invasão", afirmou Mazoni.  "Estamos sofrendo mais do que o dobro de ataques do que o normal. E, na semana passada, foi mais de dez vezes superior". 200 sites de órgãos públicos brasileiros, principalmente de prefeituras, foram atacados ao longo da última semana. Destes, 20 eram de instituições federais.

- Continua após a publicidade -

Diferente de casos como do Wikileaks, estas ações assumidas pelo grupo LulzSec Brazil foram caracterizadas como ataques, e não invasões, jÁ que os crackers não chegaram a acessar as bases de dados destes sites, ou roubar informações. Segundo o SERPRO, todos os dados publicados pela "filial brasileira" do LulzSec jÁ estava disponível online não sendo, assim, dados confidenciais.

Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual vai ser o melhor game lançado em maio de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.