Lançado patch com DirectX 11 para Crysis 2

Mais de três meses depois do lançamento, enfim foi liberado o patch que traz os recursos do DirectX 11 para o game Crysis 2. Para acionar a nova versão, primeiro é preciso realizar o update para a versão 1.9, ação realizada automaticamente ao abrir o jogo. Além de possibilitar a instalação de dois novos patchs, a atualização traz diversas correções e melhorias para o jogo. Depois de atualizado, é preciso baixar e instalar um patch, disponível através deste link.

Entre as novidades com a nova versão da API da Microsoft estão recursos como o Tessellation, o Displacement Mapping, efeitos de sombra com penunbra variÁvel e vÁrios outros recursos avançados de experiência visual. Para instalar este patch, é necessÁria uma placa com suporte ao DirectX 11 e com 768 MB de memória, no mínimo.

Outro patch opcional, disponível para a versão 1.9 do game, é o Hi-Res Textures, que aprimora diversas texturas do game substituindo-as por imagens com maior definição. Este recurso só estÁ disponível para sistemas 64-bits, com uma placa de vídeo com suporte DirectX 9 ou superior e 768 MB.

- Continua após a publicidade -

Para acionar ambos os patchs, ao mesmo tempo, as especificações técnicas recomendadas não são nem um pouco modestas: sistema operacional 64-bits, HDD rÁpido ou um SSD, CPU Quad-Core, 8GB de RAM e VGA com 1,5 GB de memória, com suporte a DirectX 11.

Ambos os patchs,  DirectX 11 Ultra Upgrade e Hi-Res Textures, são opcionais. Mais informações podem ser encontradas no site oficial, ou neste FAQ. Abaixo um vídeo mostrando as tecnologias suportadas pelo game após atualizar para o Patch 1.9.


Assuntos
Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.