Brasil passa a 3º no ranking de geradores de spam, revela AVG

A AVG Technologies, fabricante de softwares de segurança para computadores, revelou hoje o resultado de seu Relatório Mundial de Ameaças à Segurança. Desenvolvido entre abril e junho de 2011, o estudo sobre as tendências e desenvolvimento das ameaças online em todo o mundo revelou que o Brasil é o terceiro país em maior número de spams.

A pesquisa também apontou que os Estados Unidos continuam a ser o primeiro país em spam, uma vez que a língua mais utilizada neste tipo de mensagem é o inglês. O Reino Unido aparece em segundo lugar, seguido do Brasil. No entanto, na comparação do primeiro e do segundo trimestre, acredita-se que o Brasil estarÁ em segundo lugar novamente nos próximos três meses.

"Esta pesquisa é muito interessante, pois com ela podemos medir a evolução dos ataques e a colocação do Brasil no ranking mundial de vírus. Desta forma, acompanhamos o quadro e assim focamos nosso trabalho nos setores onde realmente é necessÁrio", comenta Mariano Sumrell, diretor de marketing da AVG Brasil.


A pesquisa ainda constatou que o "Trusted Malware", um vírus que parece ser confiÁvel, continua a crescer rÁpida e gradativamente. No período do estudo, o laboratório da AVG constatou um aumento considerÁvel no número de certificados digitais roubados para serem utilizados na assinatura de malwares, antes de serem distribuídos por crackers. Um aumento significativo de mais de 300% foi identificado no início de 2011, na comparação com os doze meses de 2010. A prÁtica de confiar em arquivos assinados estÁ deixando de ser usada.

Com o objetivo de aumentar as receitas de suas operações, durante o período analisado, foi apontado que os cibercriminosos estão migrando seu foco para novos mercados. Segundo Yuval Ben-Itzhak, CTO da AVG Technologies, a pesquisa indicou que centenas de servidores vivem em operação em todo o mundo e que a maioria deles estão ativos para roubar credenciais de usuÁrios para serviços bancÁrios online e outros ativos privados.

"A World Wide Web deve ser remarcada como World Wild Web. Como as técnicas de ataques de crackers continuam muito ativas é preciso agir rÁpido. Os usuÁrios também precisam tomar uma atitude. Produtos de segurança com proteção devem ficar atentos às ameaças potencialmente prejudiciais que se escondem na web. Notamos também que as plataformas dos computadores de usuÁrios estão deixando de ser o foco dos criminosos cibernéticos. O Windows, Android e Mac estão sendo direcionados", explica Ben-Itzhak.

A pesquisa também apontou que, cada vez mais, os cibercriminosos estão usando dispositivos móveis como alvo de ataque. "Os SMS e aplicativos falsos facilitam bastante a entrada de vírus nos dispositivos móveis. As técnicas de ataques a celulares são muito mais fÁceis de operar do que em PCs. Por enviar spam para baixar aplicativos, ou simplesmente colocÁ-los em lojas de download ou mercados, a distribuição de software é considerada bem mais fÁcil", comenta Karel Obluk, cientista-chefe da AVG Technologies.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.